A Paz do Senhor Jesus!

A Paz do Senhor Jesus! Seja bem vindo. Assista nossos vídeos:



Loading...

sábado, 30 de junho de 2012

Estrela da manhã



“Eu, Jesus, enviei o meu anjo, para vos testificar estas coisas nas igrejas. Eu sou a raiz e a geração de Davi, a resplandecente estrela da manhã.”  Apocalipse 22:16

No dia de ontem assisti um programa que falava sobre o universo. É extraordinário saber como estrelas com massa dez vezes, ou mais, a massa do Sol, tem a capacidade de produzir novos elementos químicos. Em sua fase inicial a partir do hidrogênio produzem o carbono e o oxigênio. Devido à massa elevada, o peso das camadas superiores reforça a contração do núcleo de carbono e oxigênio, retomando o aumento da temperatura para valores muito mais elevados que irão permitir a fusão do carbono. Novos elementos são gerados tais como o néon, o sódio, o magnésio, o alumínio e o silício libertando mais energia. Após esta fase, os novos aumentos de temperatura tornam possíveis as fusões do néon e do silício. Assim, vão sendo produzidos, sucessivamente, os elementos mais pesados, adquirindo a estrela uma estrutura em camadas, tal como uma cebola, com temperaturas decrescentes no sentido da superfície.

 Ocorrem vários processos de fusão, contudo, a formação do ferro pela fusão do silício começa a marcar o limite da fornalha nuclear. Enquanto todos os processos de fusão até ao ferro libertam energia, a produção de elementos mais pesados que o ferro consomem energia (nas centrais nucleares a energia é obtida, não pela fusão mas pela cisão de núcleos de urânio – cisão ou fissão nuclear), pelo que, quando a estrela atinge um núcleo maciço de ferro, verifica uma situação de ruptura. A estrela comprime-se e aquilo que era comparativamente do tamanho do planeta Terra passa a ter o tamanho de uma cidade como de Nova York. Em poucos instantes elementos transférricos são criados mediante este processo. Metais como o cobre, o níquel, a prata e o ouro. O impressionante é que o tempo no qual este processo se leva a cabo é de tão somente poucos segundos! Agora entendemos  por que são tão caros: podem ser criados unicamente durante os raros momentos antes da explosão de uma estrela. O colapso agora é inevitável. A súbita parada na libertação de energia, no coração da estrela, gera uma onda de choque que se propaga às regiões exteriores, provocando sua explosão (supernova). Com a explosão estes metais e outros elementos formados no coração da estrela são espalhados pelo universo.

                Hoje de manhã ao orar me lembrei da minha estrela da manhã. Jesus também um dia, há mais de 2000 anos, explodiu em amor.

No Gólgota, a pedra que os edificadores rejeitaram recebeu o peso do pecado de todos os homens pecadores de todos os tempos que o receberam como Senhor e Salvador de suas vidas. Naquele momento o Pai se ausentou do Filho. Jesus clamou: “Pai porquê me abandonastes?” A consciência da pressão do sofrimento desse momento de ausência do Pai já o haviam feito suar sangue no jardim do Jetsêmeni. A ausência do Pai é que mais o desafiou. Naquele momento na cruz do calvário ele estava cumprindo a lei de Moisés e criando não novos elementos químicos mas novas preciosas vidas regeneradas nEle. Algo muito mais poderoso que a fissão nuclear estava ocorrendo. Jesus sendo do tamanho de Deus assumiu a pequena forma de homem para vencer a condenação do homem. Naquela incrível fornalha estava sendo quebrada a intransponível barreira que separava milhões de homens e mulheres ao longo de milhares de anos da presença do Pai. As barreiras do espaço e do tempo já haviam caído. Naquele momento se concentraram sobre Jesus o peso do pecado que levava milhões à morte. Vozes e orações da alma que clamavam por um salvador e remidor ecoaram pela eternidade. Homens e mulheres chegavam dos confins do mundo e lavavam agora as suas vestes no sangue do cordeiro.



Ali estão nascendo novos filhos de Deus: vasos de barro mas que levavam dentro de si algo muitíssimo mais precioso. Algo mais precioso para Deus que o ouro. Recebiam novos nomes e eles eram escritos no livro da vida com seu sangue carmesim. O nome de todos aqueles que foram separados pelo Pai para terem a eterna salvação.

Então Jesus clama: “Pai a ti entrego o meu espírito.” Nesse momento o coração de Jesus explode em temperatura muito superior ao trilhão de graus célcius da explosão de uma supernova. A explosão ilumina os céus da eternidade. Algo ainda mais inimaginável. Algo que somente pode ser abarcado pela fé.
Levado pelo vento do Espírito Santo seu amor percorre os céus ultrapassando aos barreiras do espaço e do tempo. Nada pode deter sua mensagem. Ela é a prova da existência de Deus. Alí foi consumado o plano de Deus para a salvação da humanidade. Para todos aqueles que o aceitaram. Hoje e até o fim dos séculos podem ver nos céus de suas almas essa brilhantíssima luz que alumia as noites mais densas. Ele é a estrela da manhã em nossas vidas. Jesus aquele que morreu por nós, sendo nós ainda pecadores.

“Olharam para ele, e foram iluminados; e os seus rostos não ficaram confundidos.”  Salmos 34:5








quarta-feira, 13 de junho de 2012

Carta de Deus para você



                            
As palavras que você vai experimentar são verdadeiras. 


Elas vão mudar a sua vida se você deixar.

Você vem do coração de Deus. Ele ama você. Ele é o pai que você tem procurado por toda a sua vida. 


Essa é a sua carta de amor para você:


“Meu filho, você pode não me conhecer mas eu sei tudo sobre você (Salmos 139:1).

Eu sei quando se senta e quando se levanta (Salmos 139:2).

Eu conheço bem todos os seus caminhos (Salmos 139:3).





E até os cabelos de sua cabeça são todos contados (Mateus 10:29-30).

Pois você foi feito à minha imagem (Gênesis 1:27).

Em mim você vive, se move e tem existido pois você é a minha descendência (Atos 17:28).

Eu te conheci mesmo antes que você existisse (Jeremias 1:4-5).

Escolhi você quando planejava a criação (Efésios 1:11-12).




Você não foi um erro, pois todos os seus dias estão escritos no meu livro (Salmos 139:15-16).

Eu determinei o momento exato do seu nascimento e onde você viveria (Atos 17:26).

Você foi feito de forma admirável e maravilhosa (Salmos 139:14).

Eu formei você no ventre de sua mãe no dia do seu nascimento (Salmos 71:6).





Eu tenho sido mal representado por aqueles que não me conhecem (João 8:41-44).

Eu não estou distante e zangado pois sou a expressão completa do amor (1 João 4:16).

E o meu desejo é derramar o meu amor sobre você, simplesmente porque você é o meu filho e eu sou o seu Pai (1 João 3:1).





Eu ofereço a você mais do que o seu pai terrestre jamais poderia oferecer, porque sou seu pai perfeito (Mateus 7:11).

Cada bom presente que você recebe vem da minha mão (Tiago 1:17).

Pois eu sou o seu provedor, que supre todas as suas necessidades (Mateus 6:31-33).





Meu plano para o seu futuro tem sido sempre cheio de esperança (Jeremias 29:11).

Porque eu te amo com o amor eterno (Jeremias 31:3).

Os meus pensamentos sobre você são incontáveis como a areia da praia (Salmos 139:17-18).





Eu me regorzijo sobre você com cânticos (Sofonias 3:17).

Eu nunca vou parar de fazer o bem para você (Jeremias 32:40).

Porque você é o meu tesouro mais precioso (Êxodo 19:5).





Eu desejo te estabelecer com todo o meu coração e com toda a minha alma (Jeremias 32:41).

E quero te mostrar coisas grandes e maravilhosas (Jeremias 33:3).

Se você me buscar de todo o coração você me encontará (Deuteronomios 4:29).

Se deleite em mim e eu darei os desejos do seu coração (Salmos 37:4).







Pois fui eu quem colocou esses desejos em você (Filipenses 2:13).

Eu sou capaz de fazer mais por você do que podes imaginar (Efésisos 3:20).

Pois eu sou o seu maior encorajador (2 Tessalonissenses 2:16-17).





Eu sou também o pai que conforta você em todas as suas necessidades (2 Corintios 1:3-4).

Quando o seu coração está quebrantado eu estou perto de você (Salmos 34:18).

Como um pastor carrega um cordeiro, eu carrego você perto do meu coração (Isaías 40:11).


Um dia eu enxugarei todas as lágrimas de seus olhos, e afastarei de você toda a dor que tenha sofrido nesta terra (Apocalipse 21:3-4).

Eu sou o seu Pai e amo você assim como amo o Meu Filho Jesus (João 17:23).

Pois em Jesus o meu amor por você é revelado (João 17:26).

Ele é a representação exata do que Sou (Hebreus 1:3).

Ele veio para te demonstrar que eu estou contigo, e não contra ti (Romanos 8:31).

E também para dizer para você que eu não estou contando os seus pecados (2 Corintos 5:18-19).

Jesus morreu para que você e eu pudéssemos ser reconciliados, Sua morte foi a expressão suprema do meu amor por você (1 João 4:10).

Eu desisti de tudo que amava para que pudesse ganhar o seu amor (Romanos 8:32).

Se você receber o presente do Meu Filho amado Jesus, você recebe a Mim (1 João 2:23).

E nada poderá separar você do meu amor outra vez (Romanos 8:38-39).

Venha para casa e eu vou fazer a maior festa que o céu já viu (Lucas 15:7).

Eu sempre fui um pai e sempre serei Pai (Efésios 3:14-15).

A minha pergunta é: Você quer ser o meu filho (João 1:12-13).

Eu estou esperando por você (Lucas 15:11-32).

Com amor,  seu pai, Deus todo poderoso.


Fonte: Carta de amor do Pai, de www.fathersloveletter.com

domingo, 10 de junho de 2012

Jesus na casa de um fariseu




“E rogou-lhe um dos fariseus que comesse com ele; e, entrando em casa do fariseu, assentou-se à mesa.
E eis que uma mulher da cidade, uma pecadora, sabendo que ele estava à mesa em casa do fariseu, levou um vaso de alabastro com ungüento;
E, estando por detrás, aos seus pés, chorando, começou a regar-lhe os pés com lágrimas, e enxugava-lhos com os cabelos da sua cabeça; e beijava-lhe os pés, e ungia-lhos com o ungüento.
Quando isto viu o fariseu que o tinha convidado, falava consigo, dizendo: Se este fora profeta, bem saberia quem e qual é a mulher que lhe tocou, pois é uma pecadora.
E respondendo, Jesus disse-lhe: Simão, uma coisa tenho a dizer-te. E ele disse: Dize-a, Mestre.
Um certo credor tinha dois devedores: um devia-lhe quinhentos dinheiros, e outro cinqüenta.
E, não tendo eles com que pagar, perdoou-lhes a ambos. Dize, pois, qual deles o amará mais?
E Simão, respondendo, disse: Tenho para mim que é aquele a quem mais perdoou. E ele lhe disse: Julgaste bem.
E, voltando-se para a mulher, disse a Simão: Vês tu esta mulher? Entrei em tua casa, e não me deste água para os pés; mas esta regou-me os pés com lágrimas, e mos enxugou com os seus cabelos.
Não me deste ósculo, mas esta, desde que entrou, não tem cessado de me beijar os pés.
Não me ungiste a cabeça com óleo, mas esta ungiu-me os pés com ungüento.
Por isso te digo que os seus muitos pecados lhe são perdoados, porque muito amou; mas aquele a quem pouco é perdoado pouco ama.
E disse-lhe a ela: Os teus pecados te são perdoados.
E os que estavam à mesa começaram a dizer entre si: Quem é este, que até perdoa pecados?
E disse à mulher: A tua fé te salvou; vai-te em paz.
Lucas 7:36-50

Jesus recebeu um convite de um fariseu. Este o convidou para ir em sua casa. Os fariseus não criam que Jesus era o messias o enviado por Deus como salvador de seu povo. Porquê aquele homem então convidou Jesus a ir em sua casa? Ele não cria em Jesus, mas o convidou a estar com ele em seu lar, na sua intimidade.

Assim também há muitas pessoas que deixam Jesus entrar em sua casa mas não o recebem em sua intimidade. Escutam mas não ouvem e portanto não obedecem ao seu ensinamento e nem ao menos tentam. Não se dispõe a abrir mão de si para abraçar de coração o mestre da vida. Que privilégio receber a Jesus em seu interior em sua intimidade, ter uma ceia com ele. Aprender do bom mestre e descobrir o caminho da vida que leva ao Pai. Jesus passou pela vida daquele fariseu e este verdadeiramente não o recebeu.

Para receber alguém importante em sua casa nos dias de hoje, um presidente ou embaixador  a pessoa varre e arruma sua casa. Limpa cada móvel com carinho e cuidado. Retira os livros empoeirados da estante e os limpa um por um. Lava o piso e passa um detergente e desinfetante. Adorna casa com o que há de melhor e coloca flores se possível, ou ao menos uma planta.

Na Judeia daquela época havia também um ritual para receber alguém em sua casa. A pessoa tinha os pés lavados com água e secos com uma toalha por um criado. A água purificava os pés do viajante que usava sandálias da poeira e mazelas das ruas. Era um gesto que disponibilizava a casa e tudo que o anfitrião tinha a aquela visita. Era um gesto de cuidado e apreço com o viajante.

O anfitrião beijava o rosto de sua visita: o ósculo santo era sinal de amor e apreço.  Este também tinha a sua cabeça ungida com óleo. O óleo representa unção  é alimento físico e representa a separação espiritual, o renovo, o reconhecimento e a valorização do “vaso” (o homem) instrumento escolhido por Deus para determinada missão e sua capacitação.

O fariseu não reconheceu em Jesus alguém a quem deveria verdadeiramente disponibilizar a sua casa, família e empregados. Não havia um criado ou alguém da família para lavar e enxugar os pés de Jesus. O perushim (fariseu) não o beijou reconhecendo o seu afeto e amor pelo mestre, muito menos ungiu a sua cabeça, pois isso seria reconhecer Jesus como Senhor e salvador. Jesus nunca disse que era apenas um profeta como alguns o querem chamar. Jesus reconheceu primeiro para os  íntimos e depois para todos ser o Messias, o enviado filho de Deus para reconciliação dos homens com o Pai: o Salvador.

Jesus já sabia de tudo isso. Sabia que o fariseu somente o queria experimentar e humilhar. Mas mesmo assim Jesus não deixou de entrar na casa daquele fariseu que lhe rogou. O fariseu sendo um homem de aparente religiosidade não apenas não o reconheceu mas expôs sua mais profunda intimidade em um plano para machucar a Jesus. Uma intimidade que como um plano maquiavélico aparentemente o recebia e exaltava mas no fundo o rejeitava e humilhava. O cenário estava armado os atores estavam em seus lugares porém Deus tinha outros planos...

De última hora surge uma mulher. Ela em si não era ninguém convidado. Não era conhecida ou respeitada. Pelo contrário era uma mulher e era prostituta. A mulher naquela época não era valorizada muito menos se fosse uma prostituta. Quando aquela mulher entrou naquela casa recebeu olhares de rejeição e humilhação.

 Porem não foi assim que o mestre da vida olhou para ela. O seu olhar foi de amor.

E o que aquela mulher fez. Ela tomou tudo o que tinha, o equivalente ao salário relativo a quase um ano de trabalho : 300 diárias ou 300 denários; e comprou um perfume raro ou ungüento de nardo puro.

Aquele ungüento perfumou o ambiente. As pessoas que estavam constrangidas pela atitude deselegante do perushim sentiram aquele perfume tomar conta da atmosfera do lugar. Um delicioso aroma preencheu aquela sala ilustrando a sabedoria, graça e amor que exalavam da presença do bom mestre. Aquela mulher pecadora que muito devia e que muito lhe havia sido perdoado entregou aquilo que ela considerava de mais precioso aos pés de Jesus. A mais pura adoração não veio dos gestos e atitudes de um homem religioso da época mas das mãos de uma mulher prostituta que se arrependera de seu pecado e fora perdoada.

 O fariseu julgou aquela mulher pela aparência. O mestre sabia do julgamento no íntimo do fariseu então se pronunciou. Fez distinção da atitude da mulher que lavou os seus pés com lagrimas e os secou com os cabelos. Beijou a sua face e unjiu o bom mestre com um perfume de grande valor. A atitude daquela mulher para com Jesus apagou os seus pecados: porque ela muito amou e muito se doou. Seu gesto foi uma prova de fé em seu salvador que falou mais que mil palavras. 

Jesus o bom mestre sempre está pronto a perdoar não importa o tamanho de teu pecado: ” Vinde então, e argüi-me, diz o SENHOR: ainda que os vossos pecados sejam como a escarlata, eles se tornarão brancos como a neve; ainda que sejam vermelhos como o carmesim, se tornarão como a branca lã.” Isaías 1:18 Ele não somente perdoa pecados mas salva o arrependido e lhe dá paz, a Paz de Deus que os homens não conhecem.

O Senhor pede somente uma atitude de sinceridade e humildade em sua presença. Humildade de reconhecer que assim como a mulher  prostituta nós também somos pecadores e separados estamos de Deus e daquele que tem a vida e portanto estamos fadados a morte. A sua palavra de infinita sabedoria que não mente diz: “Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus;” Rom 3:23 Mas há uma promessa que já 1500 anos antes da vinda de Jesus Deus tinha prometido através da boca de seus profetas:a vinda do messias -  ” E os purificarei de toda a sua maldade com que pecaram contra mim; e perdoarei todas as suas maldades, com que pecaram e transgrediram contra mim;” Jeremias 3:8

O messias




O seu nascimento seria de uma virgem e seu nome seria Deus conosco. “Portanto o mesmo Senhor vos dará um sinal: Eis que a virgem conceberá, e dará à luz um filho, e chamará o seu nome Emanuel.” Isaías 7:14 (Emanuel = Deus conosco)

Ele viria montado na filho de uma jumenta “Alegra-te muito, ó filha de Sião; exulta, ó filha de Jerusalém; eis que o teu rei virá a ti, justo e salvo, pobre, e montado sobre um jumento, e sobre um jumentinho, filho de jumenta.” Zacarias 9:9

Nasceria em Belém foi profetizado por Miqueias cerca de 700 a.C.: “E tu, Belém Efrata, posto que pequena entre os milhares de Judá, de ti me sairá o que governará em Israel, e cujas saídas são desde os tempos antigos, desde os dias da eternidade.” Miqueias 5:2

Ele morreria mas não abriria sua boca para se defender de seus acusadores: “Ele foi oprimido e afligido, mas não abriu a sua boca; como um cordeiro foi levado ao matadouro, e como a ovelha muda perante os seus tosquiadores, assim ele não abriu a sua boca.” Isaías 53:7

Morreu com dois ladrões ao seu lado na cruz e o puseram na sepultura de Cornélio (um homem rico) como profetizado por Isaías em 681 a.C:  “E puseram a sua sepultura com os ímpios, e com o rico na sua morte; ainda que nunca cometeu injustiça, nem houve engano na sua boca.”  Isaías 53:9

Ao contrário do que aconteceu com aqueles que estavam ao seu lado nenhum de seus ossos seria quebrado “Ele lhe guarda todos os seus ossos; nem sequer um deles se quebra.” Salmos 34:20

Seria cercado por seus inimigos e teria os pés e mãos perfurados: “Pois me rodearam cães; o ajuntamento de malfeitores me cercou, traspassaram-me as mãos e os pés.” Salmos 22:16

Sentiria sede na sua morte” A minha força se secou como um caco, e a língua se me pega ao paladar”
Salmos 22:15

Os soldados repartiram suas roupas e sobre a sua capa lançaram sortes foi profetizado pelo menos 960 a.C por Davi: “Repartem entre si as minhas vestes, e lançam sortes sobre a minha roupa.” Salmos 22:18

Seria da descendência de Jessé (o pai de Davi): “E acontecerá naquele dia que a raiz de Jessé, a qual estará posta por estandarte dos povos, será buscada pelos gentios; e o lugar do seu repouso será glorioso.” Isaías 11:10

Seria a pedra que os edificadores rejeitaram. Também foi crucificado sobre uma pedreira que foi desativada, o gólgota, pois havia nela uma pedra de mais de 12m que foi rejeitada pelos que a exploravam por ser muito porosa e inútil para a edificação. “A pedra que os edificadores rejeitaram tornou-se a cabeça da esquina.” Salmos 118:22

Seria o filho de Deus: “Quem subiu ao céu e desceu? Quem encerrou os ventos nos seus punhos? Quem amarrou as águas numa roupa? Quem estabeleceu todas as extremidades da terra? Qual é o seu nome? E qual é o nome de seu filho, se é que o sabes?” Provérbios 30:4

Aniquilaria a morte: “Aniquilará a morte para sempre, e assim enxugará o Senhor DEUS as lágrimas de todos os rostos, e tirará o opróbrio do seu povo de toda a terra; porque o SENHOR o disse.” Isaías 25:8

Ele seria Deus e nosso Salvador: “E naquele dia se dirá: Eis que este é o nosso Deus, a quem aguardávamos, e ele nos salvará; este é o SENHOR, a quem aguardávamos; na sua salvação gozaremos e nos alegraremos.” Isaías 25:9

Faria muitos sinais e prodígios: “Então os olhos dos cegos serão abertos, e os ouvidos dos surdos se abrirão. Então os coxos saltarão como cervos, e a língua dos mudos cantará; porque águas arrebentarão no deserto e ribeiros no ermo.” Isaías 35:5-6

O precursor do Messias (João Batista) moraria no deserto: “Voz do que clama no deserto: Preparai o caminho do SENHOR; endireitai no ermo vereda a nosso Deus.” Isaías 40:3

Somente ele agradaria a Deus e seria quem justificaria os povos diante de Deus:” Eis aqui o meu servo, a quem sustenho, o meu eleito, em quem se apraz a minha alma; pus o meu espírito sobre ele; ele trará justiça aos gentios.” Isaías 42:1” Eu, o SENHOR, te chamei em justiça, e te tomarei pela mão, e te guardarei, e te darei por aliança do povo, e para luz dos gentios.” Isaías 42:6

Seria misericordioso: “A cana trilhada não quebrará, nem apagará o pavio que fumega; com verdade trará justiça.” Isaías 42:3

Teria suas costas feridas, seus cabelos arrancados, afrontado e cuspido “As minhas costas ofereci aos que me feriam, e a minha face aos que me arrancavam os cabelos; não escondi a minha face dos que me afrontavam e me cuspiam.” Isaías 50:6

Seria desfigurado “Como pasmaram muitos à vista dele, pois o seu parecer estava tão desfigurado, mais do que o de outro qualquer, e a sua figura mais do que a dos outros filhos dos homens.” Isaías 52:14

Ele seria castigado em nosso lugar “Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido.” Isaías 53:4

Morreria pelo pecado do povo de Deus:  “Da opressão e do juízo foi tirado; e quem contará o tempo da sua vida? Porquanto foi cortado da terra dos viventes; pela transgressão do meu povo ele foi atingido.” Isaías 53:8

Seria servo de Deus e o único justo que justificará a muitos: “Ele verá o fruto do trabalho da sua alma, e ficará satisfeito; com o seu conhecimento o meu servo, o justo, justificará a muitos; porque as iniqüidades deles levará sobre si." Isaías 53:11

Seria contado entre os transgressores na cruz mas intercederia pelos transgressores “ ...e foi contado com os transgressores; mas ele levou sobre si o pecado de muitos, e intercedeu pelos transgressores.” Isaías 53:12

Seria buscado por povos que nunca houviram falar nele “Fui buscado dos que não perguntavam por mim, fui achado daqueles que não me buscavam; a uma nação que não se chamava do meu nome eu disse: Eis-me aqui. Eis-me aqui.” Isaías 65:1

O messias seria anunciado ao seu povo após exatos 483 anos depois do decreto para reedificação de Jerusalém. “Sabe e entende: desde a saída da ordem para restaurar, e para edificar a Jerusalém, até ao Messias, o Príncipe, haverá sete semanas, e sessenta e duas semanas; as ruas e o muro se reedificarão, mas em tempos angustiosos. Daniel 9:25