A Paz do Senhor Jesus!

A Paz do Senhor Jesus! Seja bem vindo. Assista nossos vídeos:



Loading...

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Senhor dos Relâmpagos


" E vós, filhos de Sião, regozijai-vos e alegrai-vos no SENHOR vosso Deus, porque ele vos dará em justa medida a chuva temporã; fará descer a chuva no primeiro mês, a temporã e a serôdia."  Joel 2:23







"Pedi ao SENHOR chuva no tempo da chuva serôdia, sim, ao SENHOR que faz relâmpagos; e lhes dará chuvas abundantes, e a cada um erva no campo."  Zacarias 10:1






"Fazendo ele ouvir a sua voz, grande estrondo de águas há nos céus, e faz subir os vapores desde o fim da terra; faz os relâmpagos com a chuva, e tira o vento dos seus tesouros."   Jeremias 51:16






"Sede pois, irmãos, pacientes até à vinda do Senhor. Eis que o lavrador espera o precioso fruto da terra, aguardando-o com paciência, até que receba a chuva temporã e serôdia."   Tiago 5:7







Queridos leitores nosso pedido ao Senhor, é que o Senhor do relâmpagos e de toda chuva, derrame sobre todos nós a chuva: aquela que refrigera, aquela que alimenta, aquela que molha, aquela que sacia, aquela que nos capacita para a grande obra de Deus através do Espírito Santo em nossas vidas. Que o Senhor te abençõe GRANDEMENTE neste Ano Novo de 2011!!!

domingo, 19 de dezembro de 2010

Natividade


"Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu, e o principado está sobre os seus ombros, e se chamará o seu nome: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz."

Isaías 9:6




"Eis que a virgem conceberá, e dará à luz um filho, E chamá-lo-ão pelo nome de EMANUEL, Que traduzido é: Deus conosco."
Mateus 1:23



"Ora, havia naquela mesma comarca pastores que estavam no campo, e guardavam, durante as vigílias da noite, o seu rebanho.
E eis que o anjo do Senhor veio sobre eles, e a glória do Senhor os cercou de resplendor, e tiveram grande temor.
E o anjo lhes disse: Não temais, porque eis aqui vos trago novas de grande alegria, que será para todo o povo:
Pois, na cidade de Davi, vos nasceu hoje o Salvador, que é Cristo, o Senhor.
E isto vos será por sinal: Achareis o menino envolto em panos, e deitado numa manjedoura.
E, no mesmo instante, apareceu com o anjo uma multidão dos exércitos celestiais, louvando a Deus, e dizendo:
Glória a Deus nas alturas, Paz na terra, boa vontade para com os homens." Lucas 2: 8 a 14





Queridos leitores,
 desejamos  a todos  neste Natal uma benção especial, o nascimento do Amor do Messias em seus corações!
Cristo Jesus o aniversariante quer como presente o teu coração em retribuição Ele te dará a Paz que excede todo o entendimento, a Alegria que te dará forças, a Vida em total abundância e liberdade, a Água que matará tua sede de justiça, te saciará com  pão de cada dia, te dará segurança, te livrará de todos os teus temores e te fará andar em um caminho eterno.


A equipe do Ministério Colar de Pérolas no dia 20/12/2010, vivenciou a experiência de compartinhar com mães de bebês recém nascidos do Hospital Maternidade de São João de Merití ( RJ ) a palavra de Boas Novas e de Paz e presentear estas mães e seus bebês com enxovais.



Queremos agradecer ao nosso Eterno Deus por esta oportunidade, a todos os nossos amigos e irmãos que contribuiram com doações dos enxovais , que participaram direta ou indiretamente para a concretização deste sonho que surgiu no coração do Pai Eterno e pulsa em nosso corações como seus filhos e servos. Às mães que nos propiciaram momentos de oração, alegria e aprendizado.
Veja fotos no link: http://www.colardeperolasrj.blogspot.com/





quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Deus transforma maldição em benção


"Todos aqueles, pois, que são das obras da lei estão debaixo da maldição; porque está escrito: Maldito todo aquele que não permanecer em todas as coisas que estão escritas no livro da lei, para fazê-las." Gálatas 3:10


"Porque, quando os gentios, que não têm lei, fazem naturalmente as coisas que são da lei, não tendo eles lei, para si mesmos são lei; Os quais mostram a obra da lei escrita em seus corações, testificando juntamente a sua consciência, e os seus pensamentos, quer acusando-os, quer defendendo-os;" Romanos 2:14-15


"E Jesus, respondendo, disse-lhes: Porventura não errais vós em razão de não saberdes as Escrituras nem o poder de Deus?" Marcos 12:24


“Eis que hoje eu ponho diante de vós a bênção e a maldição; A bênção, quando cumprirdes os mandamentos do SENHOR vosso Deus, que hoje vos mando; Porém a maldição, se não cumprirdes os mandamentos do SENHOR vosso Deus, e vos desviardes do caminho que hoje vos ordeno, para seguirdes outros deuses que não conhecestes.” Deuteronômio 11:26-28


“ Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus; Sendo justificados gratuitamente pela sua graça, pela redenção que há em Cristo Jesus... Anulamos, pois, a lei pela fé? De maneira nenhuma, antes estabelecemos a lei. “Romanos 3:23-24,31


“Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se maldição por nós; porque está escrito: Maldito todo aquele que for pendurado no madeiro;” Gálatas 3:13

Vemos nos textos acima que toda e qualquer desobediência aos mandamentos de Deus, a lei de Deus, acarretaria a maldição da lei sobre essa pessoa. Até mesmo as pessoas comuns, gentios, que não tem Lei para si mesmos eles são lei tendo a lei gravada em seus corações e em seu entendimento e sua conciência ora são justificados ora condeados.( veja acima carta aos Romanos 2:14-15 ) Como o cumprimento de todos as ordenanças da Lei e todos os mandamentos são impossíveis de serem cumpridos por nós homens: “ Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus;” Romanos 3:23 estariamos todos condenados para sempre. A estarmos afastados da presença de Deus que é luz e vida sendo relegados às trevas e à morte. Porém Deus tinha um outro plano através do sacrifício de seu único filho na cruz do calvário.” porquanto derramou a sua alma na morte, e foi contado com os transgressores; mas ele levou sobre si o pecado de muitos, e intercedeu pelos transgressores.”Isaías 53:12 "Sendo justificados gratuitamente pela sua graça, pela redenção que há em Cristo Jesus “Romanos 3: 24 Ele levou os nossos pecados e nEle somos justificados. “Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se maldição por nós; porque está escrito: Maldito todo aquele que for pendurado no madeiro;” Gálatas 3:13



Ele se fez maldição por nós ao ser traido e vendido pelo preço de trinta moedas de prata. Trinta moedas de prata era o que se pagava à época por um escravo. Esse foi o desprezível e mesquinho preço oferecido pela vida dAquele que é o unigênito Filho de Deus, nosso único Salvador e Messias.

Nisso se cumpriu a profecia do profeta Zacarias “Porque eu lhes disse: Se parece bem aos vossos olhos, dai-me o meu salário e, se não, deixai-o. E pesaram o meu salário, trinta moedas de prata” Zacarias 11:12. Essa profecia de Zacarias se cumpriu quando Judas Iscariotes foi aos principais sacerdotes e perguntou: “Que me quereis dar, e eu vo-lo entregarei? E eles lhe pesaram trinta moedas de prata” Mateus 26:15

Respondeu-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo que todo aquele que comete pecado é servo do pecado.” João 8:34 Na bíblia na linguagem de hoje a palavra servo é substituida por escravo.

Veja querido(a) que maravilhoso saber que Jesus não somente se fez maldição por nós no madeiro mas até no momento em que foi traido Ele tomou o nosso lugar. Nós que estavamos pela maldição da Lei condenados a viver como escravos do pecado fomos libertos por Jesus. E ele foi vendido pelo preço de um escravo, como nós éramos escravos, para que nós fossemos livres do pecado como Ele, e subjulgassemos em Cristo o medo da morte e com Ele herdassemos a vitória dAquele que venceu a morte. Quanto ao medo da morte, e a falta de entrega total de nossa vida a Cristo, Ele também nos advertiu:

“E não temais os que matam o corpo e não podem matar a alma; temei antes aquele que pode fazer perecer no inferno a alma e o corpo.” Mateus 10:28



“... Anulamos, pois, a lei pela fé? De maneira nenhuma, antes estabelecemos a lei. “ Romanos 3: 31


Quando esse tempo chegar, farei com o povo de Israel esta aliança: eu porei a minha lei na mente deles e no coração deles a escreverei; eu serei o Deus deles, e eles serão o meu povo. Sou eu, o SENHOR, quem está falando. Jeremias 31:33 (Jeremias profetizou a respeito da nova aliança de Deus: o Novo Testamento através do sangue de Jesus. Antes a lei foi escrita em tábuas de pedra agora nos novos corações de crentes regenerados: sendo não mais de pedra mas de carne)

“De quanto maior castigo cuidais vós será julgado merecedor aquele que pisar o Filho de Deus, e tiver por profano o sangue da aliança com que foi santificado, e fizer agravo ao Espírito da graça? “Hebreus 10:29

“Porque o Senhor corrige o que ama, E açoita a qualquer que recebe por filho.” Hebreus 12:6

“Não terás outros deuses diante de mim; Não farás para ti imagem de escultura, nem semelhança alguma* do que há em cima no céu, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra; Não te encurvarás a elas, nem as servirás; porque eu, o SENHOR teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniqüidade dos pais nos filhos, até à terceira e quarta geração daqueles que me odeiam. E faço misericórdia a milhares dos que me amam e guardam os meus mandamentos.” Deuteronômio 5:7-10 (*grifo nosso)

“Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.” João 14:6 (o e a – Artigo definido masc. ou fem. Singular, igual a: ÚNICO. Se houvesse outro caminho para interceder ao Pai por nós, a palavra de Deus diria um dos e não o caminho)

Disse Jesus: “E tudo o que vocês pedirem em meu nome* eu farei, a fim de que o Filho revele a natureza gloriosa do Pai.” João 14:13 (*grifo nosso)

"E o véu do templo se rasgou em dois, de alto a baixo." Marcos 15:38 A separação que havia entre os homens e o Santo dos Santos (local da arca da aliança, incensário de ouro, tábuas da Lei, vara de Arão... - local da presença Santissima de Deus que o sumo-sacerdote entrava uma vez ao ano após se purificar e trazendo oferta de sangue de cordeiro sem defeito de um ano (sangue que representava o sangue de Jesus o eterno e perfeito Sumo-sacerdote e Cordeiro Santo de Deus). Se o sacerdote ou o povo estivesse em pecado ele poderia morrer na presença de Deus que é TOTALMENTE SANTO E ABOMINA O PECADO. Para não morrer ele vinha com uma corda amarrada à cintura e sinos que quando deixavam de tocar era sinal de sua queda e possível morte se continuasse na presença de Deus: era então puxado para fora pelos outros sacerdotes. Este véu que nos separava da presença GLORIOSA E SANTA de Deus se rasgou de alto a baixo, ou seja de Deus para os homens, quando Jesus entregou sua alma ao Pai no Gólgota e João, o servo mui amado, testemunhou tudo o que ocorreu ao seu mestre e escreveu "E quando Jesus tomou o vinagre disse: está consumado..."João 19:30a
.


“Porquanto, tendo conhecido a Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças, antes em seus discursos se desvaneceram, e o seu coração insensato se obscureceu. Dizendo-se sábios, tornaram-se loucos. E mudaram a glória do Deus incorruptível em semelhança da imagem de homem corruptível, .... Por isso também Deus os entregou às concupiscências de seus corações, à imundícia, para desonrarem seus corpos entre si; Pois mudaram a verdade de Deus em mentira, e honraram e serviram mais a criatura do que o Criador, que é bendito eternamente. Amém.” Romanos 1:21-25 (grifo nosso)

“Ouve tu, filho meu, e sê sábio, e dirige no caminho o teu coração.” Provérbios 23:19 (grifo nosso)

“Porque onde estiver o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração.” Mateus 6:21

“Um escravo não pode servir a dois donos ao mesmo tempo, pois vai rejeitar um e preferir o outro; ou será fiel a um e desprezará o outro. Vocês não podem servir a Deus e também servir ao dinheiro.” Mateus 6:24

“Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda esse é o que me ama; e aquele que me ama será amado de meu Pai, e eu o amarei, e me manifestarei a ele.” João 14:21




"Quem nele crê não é julgado; o que não crê já está julgado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus." João 3:18


"Todo aquele, pois, que ouve estas minhas palavras e as pratica, será comparado a um homem prudente... E todo aquele que ouve estas minhas palavras e não as pratica, será comparado a um homem insensato..." Mateus 7:24-26


“Quem ouve esses meus ensinamentos e não vive de acordo com eles é como um homem sem juízo que construiu a sua casa na areia. Caiu a chuva, vieram as enchentes, e o vento soprou com força contra aquela casa. Ela caiu e ficou totalmente destruída.” Mateus 7:26-27

"Se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e me buscar, e se converter dos seus maus caminhos, então, eu ouvirei dos céus, perdoarei os seus pecados e sararei a sua terra."
2 Crônicas 7:14







segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Águas
















Purificadas


"Nos tempos patriarcas, a campina do Jordão "era toda bem regada... como o jardim do Senhor". Gen 13:10

Uma porção da bela campina permaneceu, com suas fontes e torrentes vivificantes. Neste vale, rico de campos de cereais e florestas de tamareiras e outras árvores frutíferas, as tribos de Israel tinham acampado depois de cruzar o Jordão, e participavam pela primeira vez dos frutos da terra prometida. Perante eles erguiam-se os muros de Jericó, baluarte pagão, o centro do culto de Astarote, a mais vil e mais degradante de todas as formas cananéias de idolatria.O Senhor Deus entregou Jericó na mão de Josué. Disse a ele para marchar em volta da cidade por seis dias.No sétimo dia marcharam sete vezes levando sempre à frente da arca da aliança: sete sacerdotes; levando cada um uma corneta de chifre de carneiro, a qual tocariam. Quando dessem um toque longo todo o povo gritaria bem alto e a muralha da cidade de Jericó cairia. E assim aconteceu e desta cidade somente se salvou a prostituta Raabe e sua família.

Nessa ocasião Josué amaldiçoou a cidade em nome de Deus, dizendo: —Quem tentar construir de novo esta cidade de Jericó será amaldiçoado pelo SENHOR! Quem puser os alicerces perderá o filho mais velho! Quem colocar os portões perderá o filho mais moço!” Josué 6:26

“Cinco séculos se passaram. O local jazia desolado, amaldiçoado de Deus. Até mesmo os mananciais que haviam feito residência nesta porção da campina tão desejável, sofreram os efeitos causticantes da maldição. Mas nos dias da apostasia de Acabe, quando foi revivida a influência do culto de Astarote por intermédio de Jezabel, Jericó, a antiga sede desse culto, foi reconstruída, embora a terrível preço para o seu reconstrutor. Hiel, o betelita, ‘morrendo Abirão, seu primogênito, a fundou, e morrendo Segube, seu último, pôs as suas portas; conforme a palavra do Senhor’. I Reis 16:34.”

“Não muito distante de Jericó, em meio de bosques frutíferos, estava uma das escolas dos profetas; e para lá se dirigiu Eliseu após a ascensão de Elias. Durante sua estada entre eles, os homens da cidade vieram ao profeta, e disseram: "Eis que boa é a habitação desta cidade, como o meu senhor vê; porém as águas são más, e a terra é estéril" 2 Reis 2:19. A fonte que nos anos anteriores tinha sido pura e vivificante, e havia contribuído grandemente para suprir a cidade e os seus arredores com água, era agora imprópria para uso.”




Jericó era uma bela cidade, entretanto, seu povo era infeliz em virtude da mã qualidade das águas pois eram: “águas que não prestavam e provocavam abortos”2 Reis 2:19.

Ocorre assim em nossos dias também: devido a pecados cometidos e à maldição da lei enveredamos por caminhos de ressentimento e busca de justiça por aqueles que nos magoam ou cometem alguma suposta "injustiça" contra nós. As obras da carne que o apóstolo Paulo nos adverte: “adultério, prostituição, impureza, lascívia,Idolatria, feitiçaria, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias,invejas, homicídios, bebedices, glutonarias e demais coisas semelhantes a essas” Gálatas 5:20-21, nos arremessam para o mar das águas amargas do pecado não justificado. Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança. Contra estas coisas não há lei. Gálatas 5:22-23. Mas como poderemos aplacar os sentimentos que as obras da carne geram e que acabam por deixar nossa vida amarga e pesarosa. Deus deu uma estratégia para Eliseu: “—Ponham um pouco de sal num prato novo e tragam para mim. Eles levaram, e Eliseu foi até a fonte, jogou o sal na água e disse: — O que o SENHOR Deus diz é isto: ‘Eu fiz esta água ficar pura, e ela não provocará mais mortes nem abortos. E aquela água ficou pura até hoje, como Eliseu disse que ia ficar.’” 2 Reis 2: 20-22. Queridos prato novo é um lugar novo para se comer. Um lugar preparado para degustar um manjar, algo nunca antes degustado, uma novidade.E prato é colocado na mesa (vide mensagem anterior - Os dois discípulos no caminho de Emaús - penúltimo parágrafo). E que novidade a ser degustada Deus mandou Eliseu colocar no prato: sal. Falta de sal deixa as coisas incípidas: sem sabor. Porém uma comida com sal na quantidade certa e bem temperada é algo muito apetitoso. O sal acompanando a oferta era uma ordenança de Deus: “E todas as tuas ofertas dos teus alimentos temperarás com sal; e não deixarás faltar à tua oferta de alimentos o sal da aliança do teu Deus; em todas as tuas ofertas oferecerás sal.” Levítico 2:13

Sal torna o alimento gostoso assim também as nossas palavras devem ter sal na quantidade certa e ser assim nossa palavra: bem temperada. “A vossa palavra seja sempre agradável, temperada com sal, para que saibais como vos convém responder a cada um.” Colossenses 4:6



Em agronomia sabemos que certos sais são bons e na quantidade certa levam condições para as plantas crescerem saudáveis na terra através de um correto balanço de nutrientes. O homem também deve ingerir sal em certa quantidade para complementar a dieta de sais minerais para suprir as necessidades de seu organismo.

A contatação feita por Jesús para aqueles que o seguiam, os seus discípulos, foi: “Vós sois o sal da terra; e se o sal for insípido, com que se há de salgar? “ Mateus 5:13a

Todo aquele que crê na obra redentora de Jesus e é cheio do Espírito Santo e os frutos do Espírito sendo capacitado pelo Senhor a fazer a diferença: “Estai em mim, e eu em vós; como a vara de si mesma não pode dar fruto, se não estiver na videira, assim também vós, se não estiverdes em mim.” João 15:4 . O discípulo, imitador de Jesús, que é o sal do mundo e estando firmado na videira que é Cristo e munido da boa palavra de Deus ao ser lançando na fonte de águas amargas que às vezes surge na vida faz a diferença em Jesús e torna a fonte das águas pura e renovada. Assim todo aquele que crê em Jesus pode e deve fazer a diferença nos lugares onde pisa sendo sal do mundo e luz para os gentios.




“Bom é o sal; ... Tende sal em vós mesmos, e paz uns com os outros.” Marcos 9:50

domingo, 21 de novembro de 2010

Os dois discípulos



no caminho de Emaús



“E eis que no mesmo dia iam dois deles para uma aldeia, que distava de Jerusalém sessenta estádios, cujo nome era Emaús.

E iam falando entre si de tudo aquilo que havia sucedido.

E aconteceu que, indo eles falando entre si, e fazendo perguntas um ao outro, o mesmo Jesus se aproximou, e ia com eles.

Mas os olhos deles estavam como que fechados, para que o não conhecessem.

E ele lhes disse: Que palavras são essas que, caminhando, trocais entre vós, e por que estais tristes?

E, respondendo um, cujo nome era Cléopas, disse-lhe: És tu só peregrino em Jerusalém, e não sabes as coisas que nela têm sucedido nestes dias?

E ele lhes perguntou: Quais? E eles lhe disseram: As que dizem respeito a Jesus Nazareno, que foi homem profeta, poderoso em obras e palavras diante de Deus e de todo o povo;

E como os principais dos sacerdotes e os nossos príncipes o entregaram à condenação de morte, e o crucificaram.

E nós esperávamos que fosse ele o que remisse Israel; mas agora, sobre tudo isso, é já hoje o terceiro dia desde que essas coisas aconteceram.

É verdade que também algumas mulheres dentre nós nos maravilharam, as quais de madrugada foram ao sepulcro;

E, não achando o seu corpo, voltaram, dizendo que também tinham visto uma visão de anjos, que dizem que ele vive.

E alguns dos que estavam conosco foram ao sepulcro, e acharam ser assim como as mulheres haviam dito; porém, a ele não o viram.

E ele lhes disse: O néscios, e tardos de coração para crer tudo o que os profetas disseram!

Porventura não convinha que o Cristo padecesse estas coisas e entrasse na sua glória?

E, começando por Moisés, e por todos os profetas, explicava-lhes o que dele se achava em todas as Escrituras.

E chegaram à aldeia para onde iam, e ele fez como quem ia para mais longe.

E eles o constrangeram, dizendo: Fica conosco, porque já é tarde, e já declinou o dia. E entrou para ficar com eles.

E aconteceu que, estando com eles à mesa, tomando o pão, o abençoou e partiu-o, e lho deu.

Abriram-se-lhes então os olhos, e o conheceram, e ele desapareceu-lhes.“

Lucas 24:14-31



    Lucas relata que dois discípulos sairam da cidade de Jerusalém e seguiam para a aldeia de Emaús. Sairam de Jerusalém, a cidade da Paz, ou seja abndonaram o local onde permanece a paz. E se dirigiram para a aldeia de Emaús, que quer dizer “lugar de conselho”. Haviam perdido a paz e que perde a paz deve fazer exatamente isso: buscar conselho. Os discípulos empreenderam essa caminhada não sozinhos mas apoiando um ao outro como o proprio Jesús aconselhava que os seus discípulos fossem: “e mandou-os adiante da sua face, de dois em dois, a todas as cidades e lugares aonde ele havia de ir.” Lucas 10:1. Eles estavam caminhando e falando de tudo o que havia sucedido, e fazendo-se muitas perguntas.   
    Nesse momento durante essa caminhada quando a tristeza, as dúvidas e tentações surgiram o próprio Jesús apresentou-se a eles. Porém eles estavam tão concentrados nos seus próprios problemas que não reconheceram a Jesus pois “os seus olhos estavam como que fechados” Lucas 24:16a. Havia lhes fugido o entendimento estavam como que cegos pois criam que a luz do mundo lhes havia sido roubada. Se esqueceram da promessa de Jesus “Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará em trevas, mas terá a luz da vida. João 8:12 Porém a promessa de Jesús era também que Ele estaria com seus discípulos quando eles estivessem reunidos em seu nome: “Porque, onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles.” Mateus 18:20 Então Jesús lhes pergunta que palavras eram essas que eles, ao caminhar, estam trocando e porque eles estavam tristes. Então eles expuseram que esperavam que Jesus fosse aquele que remisse a Israel do julgo Romano. Eles limitaram a obra de Deus e seu plano para o povo de Israel e para todo aquele que nele crê. Olharam pelos olhos da racionalidade humana e do momento em que viviam crendo que o reinado do cristo seria deste mundo e ele viria para libertar Israel de um julgo deste mundo: o julgo romano. Porém Deus tinha um plano de redenção muito maior: ibertar aquele que crê do julgo da lei e do pecado. Pois Cristo tomou o nosso lugar de pecador, sendo ele sem pecado, para subjulgar o salário do pecado que é a morte e fazernos reinar em vida. Nós que estavamos cheios de pecado, ao aceitá-lo, fomos alçados com ele para o reino de Deus e libertos do pecado: pois ele já se havia tomado o nosso lugar na cruz e quebrado o aguilhão do pecado: a morte e a vitória que antes seria do inferno.

     Então vendo a incredulidade dos apóstolos Jesús admoesta-os e chama-os de “nécios e tardos de coração”. Nécios, que quer dizer estúpidos: por não compreenderem que tudo o que os profetas anunciaram havia se cumprido em Cristo. Eles haviam ouvido os rabinos pregarem a palavra e a haviam estudado exaustivamente. Viram o verbo que se fez carne cheio de sabedoria e de verdade. Viram os seus milagres e maravilhas: viram o cego ver, o surdo ouvir, o coxo andar, os mortos resuscitarem, os pães e peixes se multiplicarem. E se maravilharam com os sinais de sua autoridade: pois o vento cessava a sua ordem e até o mar lhe obedecia e se acalmava. Porém não creram apesar de estudarem tanto as escrituras. Tardos de coração porque apesar de estudarem a palavra, de terem visto o seu cumprimento no próprio verbo que se fez carne: Jesús Cristo, não conseguiram crer em seu poder e suas promessas. Então o próprio Jesús começou a explicar-lhes as escrituras começando por Moisés e todos os profetas, e do que dele estava escrito. E começou-lhes a arder o coração, porém nem mesmo assim conseguiram reconhecer o mestre.
     E quando chegaram à aldeia de Emaús Jesús fez como quem ia para mais longe porém eles insisistiram-lhe muito para que ficasse com eles. E ao se assentarem à mesa com Jesus, tomou o pão, deu graças, partiu-o e o deu a eles. E somente no partir do pão reconheceram o mestre. (grifo nosso)
Podemos aprender que somente Jesus pode nos abrir o entendimento para crer nele, aqueles que ele escolheu pois Ele mesmo disse: ”Vocês não me escolheram, mas eu os escolhi” João 15:16a. E também ele mesmo nos advertiu para não sejamos incrédulos, mas crentes ao não precisar vê-lo para crer nele.
    Então chegaram ao lugar de conselho, Emaús, ao estarem no final do caminho. E lhes ardiam os corações e cheios de compaixão tiveram oportunidade de convidarem-o para cear com eles.E Jesús estava com eles à mesa, mesa é um lugar de comunhão e vitória: “Preparas uma mesa perante mim na presença dos meus inimigos”Salmo 23:5a. Sendo que mesa é um morro achatado que tem pastos ternos e para onde os pastores levam as ovelhas durante o verão em Israel.

   Logo Jesús “tomou o pão, e o abençoou e no partiu-o e lho deu” e somente alí os olhos se lhes abriram e o reconheceram. Somente ao dividir e compartilhar do seu amor e entrega por nós, a santa ceia, que nos remete á cruz e seu sublime sacrifício. E que nos trouxe a vitória definitiva é que podemos reconhecer o bom pastor e seu amor. Foi naquele lugar alto do Gólgota onde Jesús entregou o seu corpo: a sua carne, o pão que desceu dos céus por nós. Quem recebe a Jesús e o convida a entrar e cear com ele e desfruta da intimidade com ele pode, somente então, reconhecê-lo e compreendê-lo como verdadeiramente ele é.


“Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu, e o principado está sobre os seus ombros, e se chamará o seu nome: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz.” Isaías 9:6

“Na verdade, na verdade vos digo que aquele que não entra pela porta no curral das ovelhas, mas sobe por outra parte, é ladrão e salteador.” João 10:1

“Eu sou o bom Pastor; o bom Pastor dá a sua vida pelas ovelhas.” João 10:11

“Aquele, porém, que entra pela porta é o pastor das ovelhas.” João 10:2

“E disse-lhes Jesus: Todos vós esta noite vos escandalizareis em mim; porque está escrito: Ferirei o pastor, e as ovelhas se dispersarão.” Marcos 14:27

domingo, 14 de novembro de 2010

Lançai

A rede

“E viu estar dois barcos junto à praia do lago; e os pescadores, havendo descido deles, estavam lavando as redes.E, entrando num dos barcos, que era o de Simão, pediu-lhe que o afastasse um pouco da terra; e, assentando-se, ensinava do barco a multidão.E, quando acabou de falar, disse a Simão: Faze-te ao mar alto, e lançai as vossas redes para pescar.E, respondendo Simão, disse-lhe: Mestre, havendo trabalhado toda a noite, nada apanhamos; mas, sobre a tua palavra, lançarei a rede.E, fazendo assim, colheram uma grande quantidade de peixes, e rompia-se-lhes a rede.E fizeram sinal aos companheiros que estavam no outro barco, para que os fossem ajudar. E foram, e encheram ambos os barcos, de maneira tal que quase iam a pique.E vendo isto Simão Pedro, prostrou-se aos pés de Jesus, dizendo: Senhor, ausenta-te de mim, que sou um homem pecador.Pois que o espanto se apoderara dele, e de todos os que com ele estavam, por causa da pesca de peixe que haviam feito.E, de igual modo, também de Tiago e João, filhos de Zebedeu, que eram companheiros de Simão. E disse Jesus a Simão: Não temas; de agora em diante serás pescador de homens.E, levando os barcos para terra, deixaram tudo, e o seguiram..” Lucas 5:2-11.


 


Jesus chamou primeiramente a dois irmãos Pedro e André, que lançavam a rede, e depois a Tiago e seu irmão João, que estavam consertando as redes. Todos os quatro eram pescadores. Ele não procurou a sábios, ricos ou fortes... não procurou pessoas que pudessem entender a sua mensagem e nem pediu o currículo delas. Ele “O Verbo que se fez carne” ensinou a palavra de Deus cheio de sabedoria e de verdade. E após o ensino mandou aqueles homens jogar a rede. Ele testificou da palavra que diz: “Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.“ Mateus 6:33 Aqueles homens obedeceram e tiveram suas necessidades supridas mais que abundantemente pois tiveram que chamar outro barco e ainda assim quase iam a pique tamanha foi a abundância de peixes.

Naquele momento Jesus buscou apenas homens que estavam ocupados trabalhando. Lançou um convite: “Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens” e esses homens seguiram a Jesus. Reconheceram a autoridade que emanava do Filho de Deus. Mas isso não é de admirar pois depois o próprio João iria escrever o que o Messias disse: “As minhas ovelhas ouvem a minha voz, e eu conheço-as, e elas me seguem;” João 10:27 Que voz maravilhosa ...tão cheia de sabedoria e autoridade. Uma voz que não nos diz aquilo que queremos ouvir mas aquilo que precisamos ouvir, porém de uma maneira única: cheia de uma amor sublime.

Aqueles homens não titubearam: ouviram a voz do mestre e o seguiram. Deixaram trabalho e seu ganha pão para se alimentar do verdadeiro Pão que sacia a fome: “Eu sou o pão vivo que desceu do céu; se alguém comer deste pão, viverá para sempre; e o pão que eu der é a minha carne, que eu darei pela vida do mundo.” João 6:51 Deixaram de pescar peixes para aprender a pescar homens para o Reino de Deus. Afinal quem convidava era o próprio Filho de Deus. Ele falava com autoridade. Até mesmo os servidores dos principais dos sacerdotes e fariseus, aqueles que entregaram Jesus, se admiraram de como Ele falava:” Nunca homem algum falou assim como este homem.”João 7:46 Mas queridos Ele não precisava nem falar a Sua presença, a presença do Deus Vivo constrangia corações. Mas isso Deus não o revelou a príncipes “Mas Deus no-las revelou pelo seu Espírito; porque o Espírito penetra todas as coisas, ainda as profundezas de Deus.” Porém após a sua morte e ressureição e após ter se apresentado aos seus discípulos duas vezes e a Tomé, então apresentou-se outra vez a sete: a Simão Pedro, Tomé, Thiago, João e mais dois discípulos. E apresentou-se assim:




“Estavam juntos Simão Pedro, e Tomé, chamado Dídimo, e Natanael, que era de Caná da Galiléia, os filhos de Zebedeu, e outros dois dos seus discípulos.
Disse-lhes Simão Pedro: Vou pescar. Dizem-lhe eles: Também nós vamos contigo. Foram, e subiram logo para o barco, e naquela noite nada apanharam.
E, sendo já manhã, Jesus se apresentou na praia, mas os discípulos não conheceram que era Jesus.
Disse-lhes, pois, Jesus: Filhos, tendes alguma coisa de comer? Responderam-lhe: Não.
E ele lhes disse: Lançai a rede para o lado direito do barco, e achareis. Lançaram-na, pois, e já não a podiam tirar, pela multidão dos peixes.
Então aquele discípulo, a quem Jesus amava, disse a Pedro: É o Senhor. E, quando Simão Pedro ouviu que era o Senhor, cingiu-se com a túnica (porque estava nu) e lançou-se ao mar.
E os outros discípulos foram com o barco (porque não estavam distantes da terra senão quase duzentos côvados), levando a rede cheia de peixes.” João 21:2-8



Que maravilha!!! Após uma pesca infrutífera que durou toda uma noite e que não produziu frutos Jesus se apresenta na praia. Aqueles homens estavam superando a morte de Jesus pois por duas vezes Jesus já se havia apresentado a eles. O pentecostes já havia ocorrido e aqueles homens já estavam cheios do Espírito Santo. Porém voltaram a fazer o que eles sabiam fazer ou criam saber: pescar. Voltaram à sua velha atividade, deixaram o sonho de Deus para suas vidas, jogaram a toalha e foram tratar de seu ganha pão. Porém naquela noite nada pescaram talvez porque a pesca que Deus verdadeiramente queria que eles fizessem não fosse aquela. Porém Jesus em sua infinita misericórdia apresentou-se a eles na praia. Agora eles já não o reconheceram mas lhe obedeceram ao lhes pedir que lançassem novamente a rede. E eles a lançaram: e tiveram uma pesca superabundante.

Sabe querido(a) Deus está falando conosco agora e nos pergunta. O que está limitando a tua pescaria? Creio que somente você não obedecê-lo quando ele mandar lançar a rede. E que rede é essa? A rede da racionalidade, do contar, do querer entender as coisas que Deus faz, de querer controlar, de quere subjulgar. Não faça como Daví que contou o povo. Apenas creia e lance a rede pois a pesca certamente será superabundante. Se é Ele que mandou lançar a rede: LANCE-A ... E JÁ!!! Obedecer é melhor que sacrificar. E querido(a) certamente Ele já te está esperando na praia. Para você desfrutar a Sua presença e ver TODAS as tuas necessidade supridas. Pois a sua Palavra é verdadeira e dura para sempre e Ele tem cuidado de nós não como servos más como verdadeiros filhos, a todos aqueles que creram Nele.
Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que crêem no seu nome;” João 1:12




"Já vos não chamarei servos, porque o servo não sabe o que faz o seu senhor; mas tenho-vos chamado amigos, porque tudo quanto ouvi de meu Pai vos tenho feito conhecer.” João 15:15

domingo, 7 de novembro de 2010

Bem


Aventurado 


Bem-aventurado o homem que continuamente teme; mas o que endurece o seu coração cairá no mal. Provérbios 28:14


Bem-aventurado o homem que me dá ouvidos, velando às minhas portas cada dia, esperando às ombreiras da minha entrada. Provérbios 8:34



Bem-aventurado o homem que fizer isto, e o filho do homem que lançar mão disto; que se guarda de profanar o sábado, e guarda a sua mão de fazer algum mal. Isaías 56:2



Bem-aventurado e santo aquele que tem parte na primeira ressurreição; sobre estes não tem poder a segunda morte; mas serão sacerdotes de Deus e de Cristo, e reinarão com ele mil anos. Apocalipse 20:6



Bem-aventurado o homem que enche deles a sua aljava; não serão confundidos, mas falarão com os seus inimigos à porta. Salmos 127:5



É árvore de vida para os que dela tomam, e são bem-aventurados todos os que a retêm. Provérbios 3:18



Bem-aventurado tu, ó Israel! Quem é como tu? Um povo salvo pelo SENHOR, o escudo do teu socorro, e a espada da tua majestade; por isso os teus inimigos te serão sujeitos, e tu pisarás sobre as suas alturas. Deuteronômio 33:29



Bem-aventurado o homem cuja força está em ti, em cujo coração estão os caminhos aplanados. Salmos 84:5



Não havendo profecia, o povo perece; porém o que guarda a lei, esse é bem-aventurado. Provérbios 29:18



Tens tu fé? Tem-na em ti mesmo diante de Deus. Bem-aventurado aquele que não se condena a si mesmo naquilo que aprova. Romanos 14:22



Bem-aventurado o homem que suporta a tentação; porque, quando for provado, receberá a coroa da vida, a qual o Senhor tem prometido aos que o amam. Tiago 1:12



Eis que venho como ladrão. Bem-aventurado aquele que vigia, e guarda as suas roupas, para que não ande nu, e não se vejam as suas vergonhas. Apocalipse 16:15



Bem-aventurado aquele que lê, e os que ouvem as palavras desta profecia, e guardam as coisas que nela estão escritas; porque o tempo está próximo. Apocalipse 1:3



O que atenta prudentemente para o assunto achará o bem, e o que confia no SENHOR será bem-aventurado. Provérbios 16:20



Louvai ao SENHOR. Bem-aventurado o homem que teme ao SENHOR, que em seus mandamentos tem grande prazer. Salmos 112:1

Bem-aventurado aquele que tem o Deus de Jacó por seu auxílio, e cuja esperança está posta no SENHOR seu Deus. Salmos 146:5


Bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores. Salmos 1:1



Bem-aventurado o homem que põe no SENHOR a sua confiança, e que não respeita os soberbos nem os que se desviam para a mentira. Salmos 40:4


Bem-aventurado aquele a quem tu escolhes, e fazes chegar a ti, para que habite em teus átrios; nós seremos fartos da bondade da tua casa e do teu santo templo. Salmos 65:4



Aquele, porém, que atenta bem para a lei perfeita da liberdade, e nisso persevera, não sendo ouvinte esquecidiço, mas fazedor da obra, este tal será bem-aventurado no seu feito. Tiago 1:25

 

O que despreza ao seu próximo peca, mas o que se compadece dos humildes é bem-aventurado. Provérbios 14:21



Disse-lhe Jesus: Porque me viste, Tomé, creste; bem-aventurados os que não viram e creram. João 20:29






Bem : O que é bom, lícito e recomendável.  Benefícios.  A pessoa amada.
Aventurado : Que se aventurou; ousado

Bem-aventuradoFelicidade perfeita.  Ditoso; feliz.



O sermão da montanha

Eles tinham vindo para ouvir Jesus e para serem curados das suas doenças. Os que estavam atormentados por espíritos maus também vieram e foram curados.
Todos queriam tocar em Jesus porque dele saía um poder que curava todas as pessoas.
Jesus olhou para os seus discípulos e disse:

—Felizes são vocês, os pobres, pois o Reino de Deus é de vocês.

—Felizes são vocês que agora têm fome, pois vão ter fartura. —Felizes são vocês que agora choram, pois vão rir.
—Felizes são vocês quando os odiarem, rejeitarem, insultarem e disserem que vocês são maus por serem seguidores do Filho do Homem.
Fiquem felizes e muito alegres quando isso acontecer, pois uma grande recompensa está guardada no céu para vocês. Pois os antepassados dessas pessoas fizeram essas mesmas coisas com os profetas.




Ouse crer



Para crer em Jesus temos que nos fazer como crianças. A criança tem um coração disposto a aprender, a viver e a se entregar. Jesus cita as bem-aventuranças dos pobres porque deles é o Reino dos Céus, os que tem fome e sede de justiça pois terão fartura e dos que choram porque serão consolados. Felizes seremos quando nos odiarem, rejeitarem, insultarem e disserem somos maus por sermos seguidores de Jesus. Quando estamos fracos aí sim estamos fortes pois a nossa força vem de Deus. Na dependência Dele e na busca pelo Eterno aprendemos mais dele e podemos ver o seu cuidado e amor Dele para conosco. “Porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza” 2 Corintos 12:9a Quando temos uma necessidade podemos buscar a Jesus o Bom Pastor que cuida de suas ovelhas e pedir-lhe. As pessoas vêm para ouvir a Jesus e para serem curadas das suas doenças até hoje. Quando o buscamos e lhe pedimos Ele se manifesta a nós. Isaías profetizou Dele: “A cana trilhada não quebrará, nem apagará o pavio que fumega; com verdade trará justiça.” Isaías 42:3 Ele nunca rejeitou a alguém que o buscou com sinceridade mesmo que no final de suas forças. Busque-o com entrega, busque-o com um clamor, busque-o com amor e fé. De todo coração, de toda alma e de todo entendimento e nessa ordem. E se você crê não possuir fé peça a Deus que Ele dá fé a aquele que lhe pede. Faça como Pedro quando estava no barco e parecia que iam padecer, Jesus se apresenta e diz para não temerem. E Pedro pede ao Mestre que ordene para que ele possa ir e ande sobre as águas. Se pedimos ao mestre com fé algo que seja conforme a Sua vontade ele certamente nos dará. Porque Ele sabe dar boas coisas a seus filhos. E quando pedimos ao Pai “em Nome de Jesus” e usamos essa procuração, esse testamento que como herdeiros da promessa: do Cristo ressurreto Ele nos deixou podemos contemplar pelos olhos da fé as suas promessas. Buscando os frutos e os dons do Espírito Santo e os sinais que Ele manifesta pois Ele é um Deus de sinais e prodígios. Aí sim poderemos ver Jesus andando sobre as águas do mar e descansar Nele: das situações adversas, do mar das impossibilidades, das trevas, dos gigantes e Golias que desafiam não a nós mas verdadeiramete ao nosso Pai. Nessa hora quando estamos humildes como crianças mas cheios de ousadia como Kalebe podemos ver o Pai indo a nossa frente abrindo o mar, fazendo o Jordão recuar, fazendo o sol recuar pela escadaria, as muralhas de Jericó caírem, as águas vivas brotando da rocha, os Golias caírem, podemos nos ver como Ester na presença do rei e Ele estendendo o cetro para nós. Deus é um Deus zeloso para com os seus. Quando pedimos a ajuda Dele ele verdadeiramente começa a operar em nossa causa. E quando cremos na plenitude de Sua palavra e que Ele nos deu: “poder para pisar serpentes e escorpiões, e toda a força do inimigo, e nada vos fará dano algum.” Lucas 10:19. Aí então podemos nos alegrar porque a vitória é certa Nele.



“E o barco estava já no meio do mar, açoitado pelas ondas; porque o vento era contrário; Mas, à quarta vigília da noite, dirigiu-se Jesus para eles, andando por cima do mar. E os discípulos, vendo-o andando sobre o mar, assustaram-se, dizendo: É um fantasma. E gritaram com medo.Jesus, porém, lhes falou logo, dizendo: Tende bom ânimo, sou eu, não temais. E respondeu-lhe Pedro, e disse: Senhor, se és tu, manda-me ir ter contigo por cima das águas.E ele disse: Vem. E Pedro, descendo do barco, andou sobre as águas para ir ter com Jesus. Mas, sentindo o vento forte, teve medo; e, começando a ir para o fundo, clamou, dizendo: Senhor, salva-me! E logo Jesus, estendendo a mão, segurou-o, e disse-lhe: Homem de pouca fé, por que duvidaste?” Mateus 24-29



quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Escolhas


Fornalha

"Ao ouvir isso, Nabucodonosor ficou furioso com os três jovens e, vermelho de raiva, mandou que se esquentasse a fornalha sete vezes mais do que de costume.

Depois, mandou que os seus soldados mais fortes amarrassem Sadraque, Mesaque e Abede-Nego e os jogassem na fornalha.
Os três jovens, completamente vestidos com os seus mantos, capas, chapéus e todas as outras roupas, foram amarrados e jogados na fornalha.
A ordem do rei tinha sido cumprida, e a fornalha estava mais quente do que nunca; por isso, as labaredas mataram os soldados que jogaram os três jovens lá dentro.
E, amarrados, Sadraque, Mesaque e Abede-Nego caíram na fornalha.
De repente, Nabucodonosor se levantou e perguntou, muito espantado, aos seus conselheiros: —Não foram três os homens que amarramos e jogamos na fornalha? —Sim, senhor! —responderam eles.
—Como é, então, que estou vendo quatro homens andando soltos na fornalha? —perguntou o rei. —Eles estão passeando lá dentro, sem sofrerem nada. E o quarto homem parece um anjo.
Aí o rei chegou perto da porta da fornalha e gritou: —Sadraque, Mesaque e Abede-Nego, servos do Deus Altíssimo, saiam daí e venham cá! Os três saíram da fornalha,
e todas as autoridades que estavam ali chegaram perto deles e viram que o fogo não havia feito nenhum mal a eles. As labaredas não tinham chamuscado nem um cabelo da sua cabeça, as suas roupas não estavam queimadas, e eles não estavam com cheiro de fumaça.
O rei gritou: —Que o Deus de Sadraque, Mesaque e Abede-Nego seja louvado! Ele enviou o seu Anjo e salvou os seus servos, que confiam nele. Eles não cumpriram a minha ordem; pelo contrário, escolheram morrer em vez de se ajoelhar e adorar um deus que não era o deles.
Por isso, ordeno que qualquer pessoa, seja qual for a sua raça, nação ou língua, que insultar o nome do Deus de Sadraque, Mesaque e Abede-Nego seja cortada em pedaços e que a sua casa seja completamente arrasada. Pois não há outro Deus que possa salvar como este.
Então o rei Nabucodonosor colocou os três jovens em cargos ainda mais importantes na província da Babilônia."  Daniel 3: 19 a 30


"Os pecadores em Sião se assombram, o tremor se apodera dos ímpios; e eles perguntam: Quem dentre nós habitará com o fogo devorador? Quem dentre nós habitará com chamas eternas?
O que anda em justiça e fala o que é reto; o que despreza o ganho de opressão; o que, com um gesto de mãos, recusa aceitar suborno; o que tapa os ouvidos, para não ouvir falar de homicídios, e fecha os olhos, para não ver o mal,
este habitará nas alturas; as fortalezas das rochas serão o seu alto refúgio, o seu pão lhe será dado, as suas águas serão certas.
Os teus olhos verão o rei na sua formosura, verão a terra que se estende até longe."   Is.33:14 a17






 Quantas vezes fazemos as escolhas certas e os resultados são diferentes dos que esperamos.
A Biblia nos relata a história de três jovens que escolheram não obedecer ao seu governate pois a ordem que receberam ia contra as suas crenças e o seu Deus. Diante de todas as autoridades da Babilônia Sadraque, Mesaque e Abede-Nego não prestaram reverência a estátua de ouro que Nabucodonosor erguera para o seu deus. A intenção do rei era fortificar e validar o seu governo e um dos meios que usou foi a tentativa de instalar um controle sobre a religião fazendo com que  os seus súditos  adorassem aos deuses babilõnicos. A Biblia não menciona qual deus que a estátua representava , mas todos os povos sobre o dominio babilônico deveriam ao ouvir o som dos músicos ficar prostados e adorar a mesma.
A pretenção  absolutista de Nabucodonosor foi desafiada pela sinceridade e determinação de três jovens que só reconheciam e prestavam reverência ao Deus Absoluto, diante da setença de morte  emitida pelo rei eles declaram : "Não necessitamos de te responder sobre este negócio. Eis que o nosso Deus, a quem nós servimos, é que nos pode livrar; ele nos livrará da fornalha de fogo ardente, e da tua mão, ó rei. E, se não, fica sabendo ó rei, que não serviremos a teus deuses nem adoraremos a estátua de ouro que levantaste." Dn. 3:16-18.
A sábia decisão destes jovens, baseada em suas cresças e principios de obidiencia ao Deus de Israel, provocou uma reação de vingança dos adversários que os acusaram e uma decisão da autoridade máxima do governo babilônico baseada na raiva : "...Nabucodonosor ficou furioso com os três jovens e, vermelho de raiva.."., imagine como o rei se sentiu ele pretendia demostrar a todos do seu reino a sua autoridade suprema e validar o seu poder divino e é contrariado  e desafiado na frente de toda corte por três jovem estrangeiros, a decisão de Nabucodonosoe foi cabal  mandou aumentar o aquecimento de uma fornalha e os jovens rebeldes deveriam ser lançados vivos nela, diz a Biblia que o fogo estava tão intenso que os soldados ao lançarem os codenados morreram queimados.
Em fim a rebelião havia sido exterminada e os que estavam presentes saberiam que as ordens do soberano Nabucodonosor para adoração não poderia ser contestada mas DE REPENTE algo acontece o rei vê dentro da fornalha quatro pessoas passeando no meio do fogo , ele pergunta aos seus  conselheiros:  "-Não foram três os homens que amarramos e jogamos na fornalha? —Sim, senhor! —responderam eles. Como é, então, que estou vendo quatro homens andando soltos na fornalha..."  Notem só o rei viu os jovens andando na fornalha e o quarto homem os acompanhando.  Nobucodonosor não sabia que o Deus de Israel é ... um fogo consumidor. Hebreus 12:29  e "Porque o SENHOR teu Deus é um fogo que consome, um Deus zeloso." Deuteronômio 4:2 
Creio que Deus honrou a fé daqueles jovens, e também a promessa feita pelo Eterno através do profeta Isaías que respondeu quem poderia estar junto ao fogo consumidor "O que anda em justiça e fala o que é reto; o que despreza o ganho de opressão; o que, com um gesto de mãos, recusa aceitar suborno; o que tapa os ouvidos, para não ouvir falar de homicídios, e fecha os olhos, para não ver o mal..."
Agora o grande rei da Babilonia encontra se espantado e convencido que não era o absoluto, o poderoso, aquele que determinava o curso da vida dos seus súditos mas havia um DEUS Soberano, Onipotente , que determina o curso da vida dos homens.  
Sadraque, Mesaque e Abede-Nego passaram pelo fogo e não foram consumidos, a decisão de não se inclinar para outro deus tinha sido recompensada, pois como ouro que passa pelo fogo , eles tiveram seu valor realssado pelo Ourives da Vida. Nabucodonoso os colocou em cargos importantes em seu reino e determinou que aqueles em seu reino que não reconhecesse a autoridade do Deus de Israel fosse punido.
O Senhor Eterno sempre recompensará as escolhas dos seus servos por honrar o Seu Nome diante dos homens, talvés estas escolhas sejam pela  verdade, justiça , honestidade e paz em nosso dia a dia na escola, faculdade, trabalho, família. O Eterno não muda nem mudará e aqueles que o desafiam achando que teem algum poder de decisão em suas mãos a respeito da vida  dos seus terão que comtemplar o Quarto Homem  ao nosso lado andando com a Autoridade que só pertence a Ele.




Tu és o lugar em que me escondo; tu me preservas da angústia; tu me cinges de alegres cantos de livramento. (Selá.)
Salmos 32:7 

domingo, 17 de outubro de 2010

Boas Novas

Começo

"Ora, havia naquela mesma comarca pastores que estavam no campo, e guardavam, durante as vigílias da noite, o seu rebanho. E eis que o anjo do Senhor veio sobre eles, e a glória do Senhor os cercou de resplendor, e tiveram grande temor. E o anjo lhes disse: Não temais, porque eis aqui vos trago novas de grande alegria, que será para todo o povo: Pois, na cidade de Davi, vos nasceu hoje o Salvador, que é Cristo, o Senhor. E isto vos será por sinal: Achareis o menino envolto em panos, e deitado numa manjedoura." Lucas 2:8-12

Segundo o dicionário Priberam da Lingua Portuguesa a palavra BOAS derivada de BOM quer dizer: Que é como deve ser ou como convém que seja, Que tem bondade, Hábil, Favorável, Espirituoso, Seguro, Sólido.

A palavra NOVAS derivada de BOM quer dizer: Feito recentemente, Moderno, Que se ignorava e que se vê ou se ouve pela primeira vez, Que ainda não serviu ou serviu pouco, Colheita próxima.

Pastores homens simples de sua época trabalhavam durante a noite guardando o seu rebanho dos perigos. A noite é tempo de trevas e escuridão. Assim também o povo judeu havia passado por um longo período de silencio de Deus. Os profetas e a Sua palavra revelada e viva não se fazia presente por 400 anos antes da vinda de Jesus. Parecia que Deus havia esquecido de seu povo.

Mas aquela noite era uma noite diferente de todas as outras. Naquela noite o resplendor da Glória do Senhor fez a noite virar dia. Aqueles pastores ficaram com medo, tamanha a luz e o resplendor que os cercou. Mas o anjo logo lhes disse para qe não temessem e o medo se transformou em admiração e grande alegria. A esperança não havia morrido: a promessa de um Salvador e Rei dada a Davi estava se cumprindo. Naquele dia, não ontem, nem amanhã mas hoje, o Salvador estava vindo ao mundo. Cristo não é o nome, mas sim o título relacionada com sua missão salvadora: No Hebraico era o” Messias”, e no grego, o ”ungido” de Deus cumprindo sua missão redentora. Que alegria uma promessa aguarda por todo o povo judeu faziam séculos, que parecia que demoraria ainda muito, naquele glorioso dia se cumpriu.

E você está também aguardando algo especial da parte de Deus. Uma promessa de um novo tempo, de uma nova vida. Um novo período em sua vida de alegria e paz.

Essa paz aqueles pastores encontraram em Jesus. Ao virem o cumprimento da promessa como um bebê numa manjedoura eles tiveram a fé para crer que ali estavam as esperanças de um novo tempo. Meu querido e minha querida esse tempo para você é hoje. Talvés você já tenha ouvido muito falar de Jesus mas você nunca viu a glória de Deus resplandecendo em tua vida e o medo se transformar em uma grande alegria. Deus quer se revelar a você. Como aquele que te ama. Como um pastor que resgata a sua ovelha perdida. Como o pai que reencontra o filho que estava longe. Deus quer se revelar a você e dizer: MEU FILHO EU TE AMO. Ele diz: me mostro a você nas pequenas coisas de tua vida e faço das coisas simples coisas GRANDES.

Quem poderia imaginar encontrar o salvador do mundo em um estábulo, sobre uma manjedoura e envolto em panos e na forma de um bebê: símbolo da suprema inocência. Pois foi assim que O Senhor apresentou o Seu filho. Aquele que era Deus e estava em Deus. O Verbo que se fez carne e habitou entre nós. O criador de todo o universo: que criou estrelas e planetas e estendeu os céus. Veio ao mundo como um bebê foi acolhido em um estábulo e não num palácio. “Mas Deus escolheu as coisas loucas deste mundo para confundir as sábias; e Deus escolheu as coisas fracas deste mundo para confundir as fortes;” 1 Coríntios 1:27 Assim aprouve a Deus anunciar o Seu Filho aos homens simples deste mundo.

Mas Deus é Deus de todos. Homens simples e eruditos. Assim Deus quando anunciou o nascimento de seu filho para homens eruditos como os homens do oriente usou de outra estratégia:




“ Jesus nasceu na cidade de Belém, na região da Judéia, quando Herodes era rei da terra de Israel. Nesse tempo alguns homens que estudavam as estrelas vieram do Oriente e chegaram a Jerusalém. Eles perguntaram: —Onde está o menino que nasceu para ser o rei dos judeus? Nós vimos a estrela dele no Oriente e viemos adorá-lo.... e perguntou onde devia nascer o Messias. Eles responderam: —Na cidade de Belém, na região da Judéia, pois o profeta escreveu o seguinte: “Você, Belém, da terra de Judá, de modo nenhum é a menor entre as principais cidades de Judá, pois de você sairá o líder que guiará o meu povo de Israel.”... No caminho viram a estrela, a mesma que tinham visto no Oriente. Ela foi adiante deles e parou acima do lugar onde o menino estava. Quando viram a estrela, eles ficaram muito alegres e felizes. Entraram na casa e encontraram o menino com Maria, a sua mãe. Então se ajoelharam diante dele e o adoraram. Depois abriram os seus cofres e lhe ofereceram presentes: ouro, incenso e mirra.“ Mateus 2: 1, 2, 4b,5,6, 9b, 10 e 11.

Vemos no texto acima que para aqueles “astrônomos” daquela época Deus não enviou um anjo para anunciar o nascimento de Seu Filho. Mas O Senhor enviou um sinal: uma estrela para anunciar o nascimento do Salvador. E isso está em conformidade com sua palavra que diz: "Os céus declaram a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra das suas mãos." Salmos 19:1 Aqueles homens seguiram aquele sinal e vieram a Jerusalém a cidade de Davi. Aquele a quem Deus havia prometido: “Porém a tua casa e o teu reino serão firmados para sempre diante de ti; teu trono será firme para sempre.” II Samuel 7:16 Essa promessa de Deus a Davi se cumpriu com o nascimento de Jesus, o Rei dos reis de quem Daniel profetizou: “... e eis que vinha nas nuvens do céu um como o filho do homem; e dirigiu-se ao ancião de dias, e o fizeram chegar até ele. E foi-lhe dado o domínio, e a honra, e o reino, para que todos os povos, nações e línguas o servissem; o seu domínio é um domínio eterno, que não passará, e o seu reino tal, que não será destruído.” Daniel 7:13b-14

E não somente Rei mas eterno sumo sacerdote: “Tu és sacerdote eternamente, segundo a ordem de Melquisedeque” Hebreus 7:21 Melquisedeque era rei de Salém cidade que deu origem a Jerusalem. Vemos que as promessas de Deus são sempre cumpridas pois Ele é fiel a sua palavra.

” Porque, assim como desce a chuva e a neve dos céus, e para lá não tornam, mas regam a terra, e a fazem produzir, e brotar, e dar semente ao semeador, e pão ao que come, assim será a minha palavra, que sair da minha boca; ela não voltará para mim vazia, antes fará o que me apraz, e prosperará naquilo para que a enviei.” Isaías 55:10-11

Nós agora temos um Rei que reina sobre tudo e todos e um eterno sumo sacerdote que intercede por nós diante do Pai. Sejamos como aqueles homens eruditos do oriente busquemos os sinais da anunciação do filho de Deus em nossas vidas cada vez mais e MAIS. Crescendo em conhecimento e comunhão com Deus. Busquemos e queiramos ver a Deus e a anunciação do Seu Filho em nossas vidas. Sendo guiados no Seu sobrenatural para os campos verdejantes e as águas puras de sua palavra para sermos renovados em Seu Espírito.


Há Senhor dá-no sede de Ti!!!
Que essa seja nossa oração!!!



Mais de 300 profecias das Escrituras Hebraicas Revelam Jesus como o Messias:
Profecias Messiânicas Cumpridas:


Gênesis

1. O Messias nasceria da "semente de uma mulher" [Gênesis 3:15a, Lucas 1:34-35].
2. O Messias derrotaria Satanás [Gênesis 3:15b, 1 João 3:8].
3. O Messias padeceria ao reconciliar os homens com Deus [Gênesis 3:15c, 1 Pedro 3:18].
4. O Messias seria descendente de Sete [Gênesis 4:25, Lucas 3:23-38].
5. O Messias seria descendente de Sem [Gênesis 9:26, Lucas 3:23-36].
6. O Messias seria descendente de Abraão [Gênesis 12:3, Mateus 1:1].
7. O Messias seria descendente de Isaque [Gênesis 17:19, Lucas 3:23-34].
8. O Messias viria para todas as nações [Gênesis 18:18b, Atos 3:24-26].
9. O Messias seria descendente de Isaque [Gênesis 21:12, Lucas 3:23-34].
10. O Messias seria como um cordeiro de sacrifício [Gênesis 22:8, João 1:29].
11. O Messias seria sacrificado no mesmo monte onde Deus testou Abraão [Gênesis 22:14, Lucas 23:33].
12. O Messias abençoaria todas as nações [Gênesis 22:18, Gálatas 3:14].
13. O Messias seria descendente de Isaque [Gênesis 26:4, Lucas 3:23-34].
14. O Messias seria descendente de Jacó [Gênesis 28:14a, Lucas 3:23-34].
15. O Messias viria para todos os povos [Gênesis 28:14b, Gálatas 3:26-29].
16. O Messias seria descendente de Judá [Gênesis 49:10a, Lucas 3:23-33].
17. O Messias seria Rei de Israel [Gênesis 49:10b, João 1:49].
18. A autoridade do Messias se estenderá a todas as nações [Gênesis 49:10c, Judas 1:25].
19. O Messias seria a "videira" [Gênesis 49:11, João 15:1-5].

Êxodo

20. Nenhum dos ossos do Messias seria quebrado[Êxodo 12:46, João 19:32-33].

Números

21. Nenhum dos ossos do Messias seria quebrado[Números 9:12, João 19:32-33].
22. O Messias seria Rei de Israel [Números 24:17, João 19:19].

Deuteronômio

23. O Messias seria Profeta [Deuteronômio 18:15, Mateus 21:11].
24. O Messias seria Profeta [Deuteronômio 18:18a, Mateus 21:11].
25. Deus falaria através do Messias [Deuteronômio 18:18b, João 12:49].
26. O Messias seria feito maldito para redimir o homem [Deuteronômio 21:23, Gálatas 3:13].
27. O Messias seria cultuado por anjos no seu nascimento [Deuteronômio 32:43, Lucas 2:13-14].

Rute

28. O Messias seria descendente de Boaz e Rute [Rute 4:12-17, Lucas 3:23-32].

1 Samuel

29. O Messias seria exaltado por Deus com poder e força [1 Samuel 2:10, Mateus 28:18].

2 Samuel

30. O Messias seria descendente de Davi [2 Samuel 7:12-13, Mateus 1:1].
31. O Messias seria o Filho de Deus [2 Samuel 7:13-14, Mateus 3:16-17].
32. O Messias seria descendente de Davi [2 Samuel 7:16, Mateus 1:1].
33. O Messias viria para todos os povos [2 Samuel 22:50, Romanos 15:8-9].
34. O Messias seria a "Pedra" [ 2 Samuel 23:2-4a, 1 Coríntios 10:4].
35. O Messias seria como a "luz da manhã" [2 Samuel 23:2-4b, Apocalipse 22:16].

1 Crônicas

36. O Messias seria descendente de Judá [1 Crônicas 5:2, Lucas 3:23-33].
37. O Messias seria descendente de Davi [1 Crônicas 17:11-12a, Lucas 3:23-31].
38. O Trono do Messias seria eterno [1 Crônicas 17:11-12b, Lucas 1:32-33].
39. O Messias seria o Filho de Deus [1 Crônicas 17:13-14, Mateus 3:16-17].

Salmos

40. O Messias seria rejeitado pelos Gentios [Salmo 2:1 Atos, 4:25-28].
41. Líderes Políticos e religiosos conspirariam contra o Messias [Salmo 2:2, Mateus 26:3-4].
42. O Messias seria Rei [Salmo 2:6, João 12:12-13].
43. O Messias seria o Filho de Deus [Salmo 2:7a, Lucas 1:31-35].
44. O Messias declararia que ele era o Filho de Deus [Salmo 2:7b, João 9:35-37].
45. O Messias seria ressuscitado e coroado como Rei [Salmo 2:7c, Atos 13:30-33].
46. O Messias pediria a Deus pela Sua herança [Salmo 2:8a, João 17:4-24].
47. O Messias receberia autoridade sobre todos [Salmo 2:8b, Mateus 28:18].
48. O Messias seria o Filho de Deus [Salmo 2:12a, Mateus 17:5].
49. O Messias rejeitaria aqueles que não creram nele [Salmo 2:12b, João 3:36].
50. Crianças dariam louvor ao Messias [Salmo 8:2, Mateus 21:15-16].
51. Ao Messias seria dado autoridade sobre todas as coisas [Salmo 8:6, Mateus 28:18].
52. O Messias seria ressuscitado [Salmo 16:8-10a, Mateus 28:6].
53. O Corpo do Messias não seria exposto à corrupção [Salmo 16:8-10b, Atos 13:35-37].
54. O Messias seria exaltado á presença de Deus [Salmo 16:11, Atos 2:25-33].
55. O Messias viria para todos os povos [Salmo 18:49, Efésios 3:4-6].
56. O Messias clamaria a Deus [Salmo 22:1a, Mateus 27:46].
57. O Messias seria desamparado por Deus [Salmo 22:1b, Marcos 15:34].
58. O Messias, angustiado, oraria sem cessar [Salmo 22:2, Mateus 26:38-39].
59. O Messias seria desprezado [Salmo 22:6, Lucas 23:21-23].
60. O povo zombaria do Messias, meneando suas cabeças [Salmo 22:7, Mateus 27:39].
61. Escarnecedores diriam do Messias, “Confiou em Deus, livre-o agora” [" Salmo 22:8, Mateus 27:41-43].
62. O Messias teria ciência do seu Pai desde a sua mocidade [Salmo 22:9, Lucas 2:40].
63. O Messias seria chamado para o serviço de Deus desde o ventre [Salmo 22:10, Lucas 1:30-33].
64. O Messias seria abandonado pelos discípulos [Salmo 22:11, Marcos 14:50].
65. O Messias seria cercado por espíritos malignos [Salmo 22:12-13, Colossenses 2:15].
66. O Coração do Messias iria se partir, fluindo sangue e água [Salmo 22:14a, João 19:34].
67. O Messias seria crucificado [Salmo 22:14b, Mateus 27:35].
68. O Messias teria sede [Salmo 22:15a, João 19:28].
69. O Messias teria sede um pouco antes de sua morte [Salmo 22:15b, João 19:30].
70. O Messias seria cercado por gentios na sua crucificação [Salmo 22:16a, Lucas 23:36].
71. O Messias seria cercado por inimigos na sua crucificação [Salmo 22:16b, Mateus 27:41-43].
72. As mãos e os pés do Messias seriam transpassados [Salmo 22:16c, Mateus 27:38].
73. Nenhum dos ossos do Messias seria quebrado[Salmo 22:17a, João 19:32-33].
74. O povo fixaria os olhos no Messias durante a sua crucificação [Salmo 22:17b, Lucas 23:35].
75. As vestes do Messias seriam repartidas [Salmo 22:18a, João 19:23-24].
76. Sortes seriam lançadas pela roupa do Messias [Salmo 22:18b, João 19:23-24].
77. O ato expiatório do Messias possibilitaria aos crentes serem seus irmãos [Salmo 22:22, Hebreus 2:10-12].
78. Os inimigos do Messias tropeçariam e cairiam quando viessem por ele [Salmo 27:2, João 18:3-6].
79. O Messias seria acusado por falsas testemunhas [Salmo 27:12, Mateus 26:59-61].
80. O Messias bradaria "Nas tuas mãos encomendo o meu espírito" [Salmo 31:5, Lucas 23:46].
81. Haveriam planos para matar o Messias [Salmo 31:13, Mateus 27:1].
82. Nenhum dos ossos do Messias seria quebrado[Salmo 34:20, João 19:32-33].
83. O Messias seria acusado por falsas testemunhas [Salmo 35:11, Marcos 14:55-59].
84. O Messias seria odiado por muitos sem motivo [Salmo 35:19, João 18:19-23].
85. O Messias emudeceria diante de seus acusadores [Salmo 38:13-14, Mateus 26:62-63].
86. A auto-oferta do Messias substituiria todos os sacrifícios [Salmo 40:6-8a, Hebreus 10:10-13].
87. O Messias diria que as Escrituras testificam dele [Salmo 40:6-8b, Lucas 24:44].
88. O Messias viria para fazer a vontade de Deus [Salmo 40:7-8, João 5:30].
89. O Messias não ocultaria a sua missão da congregação [Salmo 40:9-10, Lucas 4:16-21].
90. O traidor do Messias seria um amigo com quem ele partiu pão [Salmo 41:9, Marcos 14:17-18].
91. O Messias falaria com uma mensagem de graça [Salmo 45:2, Lucas 4:22].
92. O Trono do Messias seria perpétuo [Salmo 45:6-7a, Lucas 1:31-33].
93. O Messias seria Deus [Salmo 45:6-7b, Hebreus 1:8-9].
94. O Messias agiria com retidão [Salmo 45:6-7c, João 5:30].
95. O Messias seria traído por um amigo [Salmo 55:12-14, Lucas 22:47-48].
96. O Messias ascenderia ao céu [Salmo 68:18a, Lucas 24:51].
97. O Messias daria dons aos homens [Salmo 68:18b, Mateus 10:1].
98. O Messias seria odiado por muitos sem motivo [Salmo 69:4, Lucas 23:13-22].
99. O Messias suportaria acusações, por amor a Deus [Salmo 69:7, Mateus 26:65-67].
100. O Messias seria rejeitado pelo seu povo [Salmo 69:8a, João 1:11].
101. Os irmãos do Messias não creriam nele [Salmo 69:8b, João 7:3-5].
102. O Messias se enfureceria pelo desrespeito para com o templo [Salmo 69:9a, João 2:13-17].
103. O Messias suportaria acusações, por amor a Deus [Salmo 69:9b, Romanos 15:3].
104. O coração do Messias iria se partir [Salmo 69:20a, João 19:34].
105. Os discípulos do Messias o abandonariam na sua hora de necessidade [Salmo 69:20b, Marcos 14:33-41].
106. Ao Messias seria oferecido fel e vinagre [Salmo 69:21a, Mateus 27:34].
107. O Messias teria sede [Salmo 69:21b, João 19:28].
108. O campo do oleiro ficaria desabitado [Salmo 69:25, Atos 1:16-20].
109. O Messias falaria em parábolas [Salmo 78:2, Mateus 13:34-35].
110. O Messias estaria à destra de Deus [Salmo 80:17, Atos 5:31].
111. O Messias seria descendente de Davi [Salmo 89:3-4, Mateus 1:1].
112. O Messias chamaria a Deus de “meu Pai” [Salmo 89:26, Mateus 11:27].
113. O Messias seria o “primogênito” de Deus [ Salmo 89:27, Marcos 16:6].
114. O Messias seria descendente de Davi [Salmo 89:29, Mateus 1:1].
115. O Messias seria descendente de Davi [Salmo 89:35-36, Mateus 1:1].
116. O Messias seria eterno [Salmo 102:25-27a, Colossenses 1:17].
117. O Messias seria o criador de todas as coisas [Salmo 102:25-27b, João 1:3].
118. O Messias seria acusado por falsas testemunhas [Salmo 109:2, João 18:29-30].
119. O Messias oraria pelos seus inimigos [Salmo 109:4, Lucas 23:34].
120. O traidor do Messias teria uma vida curta [Salmo 109:8a, Atos 1:16-18].
121. O traidor do Messias seria substituído [Salmo 109:8b, Atos 1:20-26].
122. O povo zombaria do Messias, meneando suas cabeças [Salmo 109:25, Marcos 15:29-30].
123. O Messias seria Senhor [Salmo 110:1a, Mateus 22:41-45].
124. O Messias estaria à destra de Deus [Salmo 110:1b, Marcos 16:19].
125. O Messias seria um sacerdote segundo a ordem de Melquisedeque [Salmo 110:4, Hebreus 6:17-20].
126. O Messias estaria à destra de Deus [Salmo 110:5, 1 Pedro 3:21-22].
127. O Messias seria a "pedra" rejeitada por Israel [Salmo 118:22, Mateus 21:42-43].
128. O Messias viria em nome do Senhor [Salmo 118:26, Mateus 21:9].
129. O Messias seria descendente de Davi [Salmo 132:11, Mateus 1:1].
130. O Messias seria descendente de Davi [Salmo 132:17, Mateus 1:1].

Provérbios

131. O Messias seria oriundo da eternidade [Provérbios 8:22-23, João 17:5].
132. O Messias ascenderia e desceria do céu [Provérbios 30:4a, João 3:13].
133. Deus teria um Filho [Provérbios 30:4b, Mateus 3:16-17].

Isaías

134. Israel teria um coração endurecido contra o Messias [Isaías 6:9-10a, João 12:37-40].
135. O Messias falaria em parábolas [Isaías 6:9-10b, Mateus 13:13-15].
136. O Messias seria descendente de Davi [Isaías 7:13-14, Mateus 1:1].
137. O Messias nasceria de uma virgem [Isaías 7:14a, Lucas 1:34-35].
138. O Messias seria Emanuel, "Deus conosco." Isaías 7:14b, Mateus 1:21-23].
139. O Messias seria Deus [Isaías 7:14c, João 12:45].
140. O Messias seria uma "pedra de tropeço" para Israel [Isaías 8:14, Mateus 21:43-44].
141. O Messias ministraria na Galiléia [Isaías 9:1-2a, Mateus 4:12-17].
142. O Messias seria uma luz para os Gentios [Isaías 9:1-2b, Lucas 2:28-32].
143. O nascimento do Messias [Isaías 9:6a, Lucas 2:11].
144. O Messias seria o Filho de Deus [Isaías 9:6b, Lucas 1:35].
145. O Messias seria o "Maravilhoso Conselheiro" [Isaías 9:6c, João 7:46].
146. O Messias seria homem e Deus, o "Deus Forte" [Isaías 9:6d, João 10:30].
147. O Messias seria o "Pai da Eternidade" [Isaías 9:6e, Apocalipse 1:8].
148. O Messias seria o "Príncipe da Paz" [Isaías 9:6f, Colossenses 1:20].
149. O Messias seria descendente de Jessé [Isaías 11:1a, Lucas 3:23-32].
150. O Messias cresceria em uma família pobre [Isaías 11:1b, Lucas 2:7].
151. O Messias cresceria em Nazaré [Isaías 11:1c, Mateus 2:21-23].
152. O Messias teria o Espírito de Deus sobre ele [Isaías 11:2a, Mateus 3:16-17].
153. O Messias teria o Espírito de Sabedoria [Isaías 11:2b, Lucas 2:40].
154. O Messias teria o Espírito de Entendimento [Isaías 11:2c, Lucas 2:40].
155. O Messias teria o Espírito de Conselho [Isaías 11:2d, Mateus 7:28-29].
156. O Messias teria o Espírito de Fortaleza [Isaías 11:2e, Mateus 8:27].
157. O Messias teria o Espírito de Conhecimento do Senhor [Isaías 11:2f, João 7:29].
158. O Messias teria o Espírito de Temor do Senhor [Isaías 11:2g, Hebreus 5:7].
159. O Messias teria um intenso entendimento no temor do Senhor [Isaías 11:3a, Lucas 2:46-47].
160. O Messias não julgaria com base em representações externas [Isaías 11:3b, João 7:24].
161. O Messias julgaria os pobres com justiça [Isaías 11:4, Marcos 12:41-44].
162. O Messias seria descendente de Jessé [Isaías 11:10a, Lucas 3:23-32].
163. O Messias viria para todos os povos [Isaías 11:10b, Atos 13:47-48].
164. O Messias teria a chave de Davi [Isaías 22:22, Apocalipse 3:7].
165. O Messias derrotaria a morte [Isaías 25:8, Apocalipse 1:18].
166. Outros ressurgiriam à vida na ressurreição do Messias [Isaías 26:19, Mateus 27:52-53].
167. O Messias seria a pedra de esquina [Isaías 28:16, 1 Peter 2:4-6].
168. O Messias curaria o cego [Isaías 35:5a, Marcos 10:51-52].
169. O Messias curaria o surdo [Isaías 35:5b, Marcos 7:32-35].
170. O Messias curaria o coxo [Isaías 35:6a, Mateus 12:10-13].
171. O Messias curaria o mudo [Isaías 35:6b, Mateus 9:32-33].
172. O precursor do Messias viveria no deserto [Isaías 40:3a, Mateus 3:1-4].
173. O precursor prepararia o povo para a vinda do Messias [Isaías 40:3b, Lucas 1:17].
174. O Messias seria Deus [Isaías 40:3c, João 10:30].
175. O Messias seria como um pastor [Isaías 40:11, João 10:11].
176. O Messias seria o servo de Deus [Isaías 42:1a, João 4:34].
177. O Messias teria o Espírito de Deus sobre ele [Isaías 42:1b, Mateus 3:16-17].
178. O Messias agradaria a Deus [Isaías 42:1c, Mateus 3:16-17].
179. O Messias não chamaria atenção para si próprio [Isaías 42:2, Mateus 12:15-21].
180. O Messias teria compaixão dos pobres e necessitados [Isaías 42:3, Mateus 11:4-5].
181. O Messias receberia orientação de Deus [Isaías 42:6a, João 5:19-20].
182. O Messias seria guardado por Deus [Isaías 42:6b, João 8:29].
183. O Messias seria a nova aliança [Isaías 42:6c, Mateus 26:28].
184. O Messias seria uma luz para os Gentios [Isaías 42:6d, João 8:12].
185. O Messias curaria o cego [Isaías 42:7, Mateus 9:27-30].
186. O Messias seria oriundo da eternidade [Isaías 48:16a, João 1:1-2].
187. O Messias seria enviado por Deus [Isaías 48:16b, João 7:29].
188. O Messias viria para todos os povos [Isaías 49:1a, 1 Timóteo 2:4-6].
189. O Messias seria chamado para o serviço de Deus desde o ventre [Isaías 49:1b, Mateus 1:20-21].
190. O Messias seria chamado pelo seu nome antes de nascer [Isaías 49:1c, Lucas 1:30-31].
191. As palavras do Messias seriam como uma espada aguda [Isaías 49:2a, Apocalipse 2:12-16].
192. O Messias seria protegido por Deus [Isaías 49:2b, Mateus 2:13-15].
193. O Messias seria responsável pelo juízo da humanidade [Isaías 49:2c, João 5:22-29].
194. O Messias seria o servo de Deus [Isaías 49:3a, João 17:4].
195. A obra do Messias glorificaria a Deus [Isaías 49:3b, Mateus 15:30-31].
196. O Messias seria afligido pela incredulidade de Israel [Isaías 49:4, Lucas 19:41-42].
197. O Messias seria o servo de Deus [Isaías 49:5a, João 6:38].
198. O Messias viria para trazer Israel de volta para Deus [Isaías 49:5b, Mateus 15:24].
199. O Messias seria o servo de Deus [Isaías 49:6a, João 12:49-50].
200. O Messias seria uma luz para os Gentios [Isaías 49:6b, Atos 13:47-48].
201. O Messias seria desprezado [Isaías 49:7, João 10:20].
202. O Messias falaria com sabedoria dada a ele por Deus [Isaías 50:4, João 12:49].
203. O Messias não seria rebelde à vontade de Deus [Isaías 50:5, João 12:27].
204. As costas do Messias seria açoitada [Isaías 50:6a, Mateus 27:26].
205. O Messias teria a sua face esbofeteada e cuspida [Isaías 50:6b, Mateus 26:67].
206. O Messias direcionaria firmemente sua face para a sua missão [Isaías 50:7, Lucas 9:51-53].
207. O Messias seria justificado pela sua retidão [Isaías 50:8, 1 Timóteo 3:16].
208. O Messias colocaria a sua confiança em Deus [Isaías 50:8-10, João 11:7-10].
209. O Messias seria o servo de Deus [Isaías 52:13a, João 9:4].
210. O Messias seria grandemente exaltado [Isaías 52:13b, Filipenses 2:9-11].
211. A face do Messias seria desfigurada por meio de batidas violentas [Isaías 52:14, Mateus 26:67-68].
212. O sangue do Messias seria derramado para fazer expiação por todos os pecados [Isaías 52:15, Apocalipse 1:5].
213. O povo do Messias não creria que ele fosse o Cristo [Isaías 53:1, João 12:37-38].
214. O Messias cresceria em Nazaré [Isaías 53:2a, Mateus 2:21-23].
215. O Messias teria a aparência de um homem ordinário [Isaías 53:2b, Filipenses 2:7-8].
216. O Messias seria desprezado [Isaías 53:3a, Lucas 4:28-29].
217. O Messias seria rejeitado [Isaías 53:3b, Mateus 27:21-23].
218. O Messias possuiria grande dor e tristeza [Isaías 53:3c, Lucas 19:41-42].
219. Homens evitariam associações com o Messias [Isaías 53:3d, Marcos 14:50-52].
220. O Messias teria um ministério de cura [Isaías 53:4a, Lucas 6:17-19].
221. O Messias carregaria e suportaria sobre si os pecados do mundo [Isaías 53:4b, 1 Pedro 2:24].
222. Pensariam que o Messias tivesse sido amaldiçoado por Deus [Isaías 53:4c, Mateus 27:41-43].
223. O Messias suportaria a punição pelos pecados da humanidade [Isaías 53:5a, Lucas 23:33].
224. O sacrifício do Messias proveria paz entre Deus e o homem [Isaías 53:5b, Colossenses 1:20].
225. As costas do Messias seria açoitada [Isaías 53:5c, Mateus 27:26].
226. O Messias seria, para toda a humanidade, o “carregador-dos-pecados” [Isaías 53:6, Gálatas 1:4].
227. O Messias seria oprimido e afligido [Isaías 53:7a, Mateus 27:27-31].
228. O Messias estaria calado perante seus acusadores [Isaías 53:7b, Mateus 27:12-14].
229. O Messias seria como um cordeiro de sacrifício [Isaías 53:7c, João 1:29].
230. O Messias seria preso e atormentado [Isaías 53:8a, Mateus 26:47-27:31].
231. O Messias seria julgado [Isaías 53:8b, João 18:13-22].
232. O Messias seria morto [Isaías 53:8c, Mateus 27:35].
233. O Messias morreria pelos pecados do mundo [Isaías 53:8d, 1 João 2:2].
234. O Messias seria sepultado no túmulo de um rico [Isaías 53:9a, Mateus 27:57].
235. O Messias seria inocente e não cometeria injúria [Isaías 53:9b, Marcos 15:3].
236. O Messias não possuiria engano em sua boca [Isaías 53:9c, João 18:38].
237. Era a vontade de Deus que o Messias morresse por toda a humanidade [Isaías 53:10a, João 18:11].
238. O Messias seria uma oferta pelo pecado [Isaías 53:10b, Mateus 20:28].
239. O Messias ressuscitaria e viveria para sempre [Isaías 53:10c, Marcos 16:16].
240. O Messias prosperaria [Isaías 53:10d, João 17:1-5].
241.Deus ficaria plenamente satisfeito com o sofrimento do Messias [Isaías 53:11a, João 12:27].
242. O Messias seria o servo de Deus [Isaías 53:11b, Romanos 5:18-19].
243. O Messias justificaria o homem perante Deus [Isaías 53:11c, Romanos 5:8-9].
244. O Messias seria, para toda a humanidade, o “carregador-dos-pecados” [Isaías 53:11d, Hebreus 9:28].
245. Por causa do seu sacrifício, o Messias seria grandemente exaltado por Deus [Isaías 53:12a, Mateus 28:18].
246. O Messias entregaria a sua vida para salvar a humanidade [Isaías 53:12b, Lucas 23:46].
247. O Messias seria ajuntado com os malfeitores [Isaías 53:12c, Lucas 23:32].
248. O Messias seria, para toda a humanidade, o “carregador-dos-pecados” [Isaías 53:12d, 2 Coríntios 5:21].
249. O Messias intercederia a Deus em favor da humanidade [Isaías 53:12e, Lucas 23:34].
250. O Messias seria ressuscitado por Deus [Isaías 55:3, Atos 13:34].
251. O Messias seria uma testemunha [Isaías 55:4, João 18:37].
252. O Messias viria para prover salvação [Isaías 59:15-16a, João 6:40].
253. O Messias seria o intercessor entre Deus e o homem [Isaías 59:15-16b, Mateus 10:32-33].
254. O Messias viria a Sião como o seu Redentor [Isaías 59:20, Lucas 2:38].
255. O Messias teria o Espírito de Deus sobre ele [Isaías 61:1, Mateus 3:16-17].
256. O Messias pregaria as boas novas [Isaías 61:1-2, Lucas 4:18-21].
257. O Messias viria para prover salvação [Isaías 63:5, João 3:17].
258. O Messias seria achado por um povo que não o buscava [Isaías 65:1, Mateus 15:22-28].
259. O Messias seria rejeitado por Israel [Isaías 65:2, João 5:37-40].

Jeremias

260. O Messias seria descendente de Davi [Jeremias 23:5, Lucas 3:23-31].
261. O Messias seria Senhor [Jeremias 23:6, João 13:13].
262. Crianças morreriam durante uma tentativa de matar o Messias [Jeremias 31:15, Mateus 2:16].
263. O Messias nasceria de uma virgem [Jeremias 31:22, Mateus 1:18-20].
264. O Messias seria a nova aliança [Jeremias 31:31, Mateus 26:28].
265. O Messias seria descendente de Davi [Jeremias 33:14-15, Lucas 3:23-31].


Lamentações

266. O Messias seria golpeado na face [Lamentações 3:30, João 18:22].

Ezequiel

267. O Messias seria descendente de Davi [Ezequiel 17:22-24, Lucas 3:23-31].
268. O Messias seria descendente de Davi [Ezequiel 34:23-24, Mateus 1:1].

Daniel

269. O Messias ascenderia ao céu [Daniel 7:13-14a, Atos 1:9-11].
270. O Messias seria altamente exaltado [Daniel 7:13-14b, Efésios 1:20-22].
271. O domínio do Messias seria eterno [Daniel 7:13-14c, Lucas 1:31-33].
272. O Messias viria para dar fim aos pecados [Daniel 9:24a, Gálatas 1:3-5].
273. O Messias seria santo [Daniel 9:24b, Lucas 1:35].
274. O Messias seria anunciado ao seu povo 483 anos após o dia exato do decreto para a reedificação da cidade de Jerusalém [Daniel 9:25, João 12:12-13].
275. O Messias seria morto [Daniel 9:26a, Mateus 27:35].
276. O Messias morreria pelos pecados do mundo [Daniel 9:26b, Hebreus 2:9].
277. O Messias seria morto antes da destruição do templo [Daniel 9:26c, Mateus 27:50-51].
278. Uma visão do Messias em estado glorificado [Daniel 10:5-6, Apocalipse 1:13-16].

Oséias

279. O Messias seria o Filho de Deus [Oséias 11:1a, Mateus 2:13-15].
280. O Messias seria chamado do Egito [Oséias 11:1b, Mateus 2:13-15].
281. O Messias venceria a morte [Oséias 13:14, 1 Coríntios 15:55-57].

Joel

282. O Messias ofereceria a salvação para todos [Joel 2:32, Romanos 10:12-13].

Amós

283. Deus faria com que o céu se escurecesse ao meio-dia [Amós 8:9, Mateus 27:45-46].

Miquéias

284. O Messias nasceria em Belém [Miquéias 5:2a, Mateus 2:1-2].
285. O Messias seria o servo de Deus [Miquéias 5:2b, João 15:10].
286. O Messias seria oriundo da eternidade [Miquéias 5:2c, Apocalipse 1:8].

Ageu

287. O Messias visitaria o Segundo Templo [Ageu 2:6-9, Lucas 2:27-32].
288. O Messias seria descendente de Zorobabel [Ageu 2:23, Lucas 3:23-27].

Zacarias

289. O Messias seria Deus na forma de homem e habitaria entre o seu povo [Zacarias 2:10-11a, João 1:14].
290. O Messias seria enviado por Deus [Zacarias 2:10-11b, João 8:18-19].
291. O Messias seria descendente de Zorobabel [Zacarias 3:8a, Lucas 3:23-27].
292. O Messias seria o servo de Deus [Zacarias 3:8b, João 17:4].
293. O Messias seria Sacerdote e Rei [Zacarias 6:12-13, Hebreus 8:1].
294. O Messias seria recebido com alegria em Jerusalém [Zacarias 9:9a, Mateus 21:8-10].
295. O Messias seria visto como Rei [Zacarias 9:9b, João 12:12-13].
296. O Messias seria justo [Zacarias 9:9c, João 5:30].
297. O Messias traria salvação [Zacarias 9:9d, Lucas 19:10].
298. O Messias seria humilde [Zacarias 9:9e, Mateus 11:29].
299. O Messias seria apresentado a Jerusalém montado num jumento [Zacarias 9:9f, Mateus 21:6-9].
300. O Messias seria a pedra de esquina [Zacarias 10:4, Efésios 2:20].
301. A rejeição do Messias faria com que Deus removesse Sua proteção sobre Israel [Zacarias 11:10, Lucas 19:41-44].
302. O Messias seria traído por trinta moedas de prata [Zacarias 11:12, Mateus 26:14-15].
303. Trinta moedas de prata seriam lançadas na casa do Senhor [Zacarias 11:13a, Mateus 27:3-5].
304. Trinta moedas de prata seriam usadas para comprar o campo do oleiro [Zacarias 11:13b, Mateus 27:6-7].
305. O corpo do Messias seria transpassado [Zacarias 12:10, João 19:34].
306. O Messias seria um com Deus [Zacarias 13:7a, João 14:9].
307. Os discípulos do Messias se dispersariam [Zacarias 13:7b, Mateus 26:31-56].

Malaquias

308. Um mensageiro prepararia o caminho para o Messias [Malaquias 3:1a, Mateus 11:10].
309. O Messias apareceria subitamente no templo [Malaquias 3:1b, Marcos 11:15-16].
310. O Messias seria o mensageiro da nova aliança [Malaquias 3:1c, Lucas 4:43].
311. O precursor do Messias viria no espírito de Elias [Malaquias 4:5, Mateus 3:1-2].
312. O precursor do Messias converteria muitos à eqüidade [Malaquias 4:6, Lucas 1:16-17].


Copiado de: http://67.131.250.98/~helio/Cristologia/ProfMessianicasCumpridas-Biblicist.htm