A Paz do Senhor Jesus!

A Paz do Senhor Jesus! Seja bem vindo. Assista nossos vídeos:



Loading...

domingo, 14 de novembro de 2010

Lançai

A rede

“E viu estar dois barcos junto à praia do lago; e os pescadores, havendo descido deles, estavam lavando as redes.E, entrando num dos barcos, que era o de Simão, pediu-lhe que o afastasse um pouco da terra; e, assentando-se, ensinava do barco a multidão.E, quando acabou de falar, disse a Simão: Faze-te ao mar alto, e lançai as vossas redes para pescar.E, respondendo Simão, disse-lhe: Mestre, havendo trabalhado toda a noite, nada apanhamos; mas, sobre a tua palavra, lançarei a rede.E, fazendo assim, colheram uma grande quantidade de peixes, e rompia-se-lhes a rede.E fizeram sinal aos companheiros que estavam no outro barco, para que os fossem ajudar. E foram, e encheram ambos os barcos, de maneira tal que quase iam a pique.E vendo isto Simão Pedro, prostrou-se aos pés de Jesus, dizendo: Senhor, ausenta-te de mim, que sou um homem pecador.Pois que o espanto se apoderara dele, e de todos os que com ele estavam, por causa da pesca de peixe que haviam feito.E, de igual modo, também de Tiago e João, filhos de Zebedeu, que eram companheiros de Simão. E disse Jesus a Simão: Não temas; de agora em diante serás pescador de homens.E, levando os barcos para terra, deixaram tudo, e o seguiram..” Lucas 5:2-11.


 


Jesus chamou primeiramente a dois irmãos Pedro e André, que lançavam a rede, e depois a Tiago e seu irmão João, que estavam consertando as redes. Todos os quatro eram pescadores. Ele não procurou a sábios, ricos ou fortes... não procurou pessoas que pudessem entender a sua mensagem e nem pediu o currículo delas. Ele “O Verbo que se fez carne” ensinou a palavra de Deus cheio de sabedoria e de verdade. E após o ensino mandou aqueles homens jogar a rede. Ele testificou da palavra que diz: “Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.“ Mateus 6:33 Aqueles homens obedeceram e tiveram suas necessidades supridas mais que abundantemente pois tiveram que chamar outro barco e ainda assim quase iam a pique tamanha foi a abundância de peixes.

Naquele momento Jesus buscou apenas homens que estavam ocupados trabalhando. Lançou um convite: “Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens” e esses homens seguiram a Jesus. Reconheceram a autoridade que emanava do Filho de Deus. Mas isso não é de admirar pois depois o próprio João iria escrever o que o Messias disse: “As minhas ovelhas ouvem a minha voz, e eu conheço-as, e elas me seguem;” João 10:27 Que voz maravilhosa ...tão cheia de sabedoria e autoridade. Uma voz que não nos diz aquilo que queremos ouvir mas aquilo que precisamos ouvir, porém de uma maneira única: cheia de uma amor sublime.

Aqueles homens não titubearam: ouviram a voz do mestre e o seguiram. Deixaram trabalho e seu ganha pão para se alimentar do verdadeiro Pão que sacia a fome: “Eu sou o pão vivo que desceu do céu; se alguém comer deste pão, viverá para sempre; e o pão que eu der é a minha carne, que eu darei pela vida do mundo.” João 6:51 Deixaram de pescar peixes para aprender a pescar homens para o Reino de Deus. Afinal quem convidava era o próprio Filho de Deus. Ele falava com autoridade. Até mesmo os servidores dos principais dos sacerdotes e fariseus, aqueles que entregaram Jesus, se admiraram de como Ele falava:” Nunca homem algum falou assim como este homem.”João 7:46 Mas queridos Ele não precisava nem falar a Sua presença, a presença do Deus Vivo constrangia corações. Mas isso Deus não o revelou a príncipes “Mas Deus no-las revelou pelo seu Espírito; porque o Espírito penetra todas as coisas, ainda as profundezas de Deus.” Porém após a sua morte e ressureição e após ter se apresentado aos seus discípulos duas vezes e a Tomé, então apresentou-se outra vez a sete: a Simão Pedro, Tomé, Thiago, João e mais dois discípulos. E apresentou-se assim:




“Estavam juntos Simão Pedro, e Tomé, chamado Dídimo, e Natanael, que era de Caná da Galiléia, os filhos de Zebedeu, e outros dois dos seus discípulos.
Disse-lhes Simão Pedro: Vou pescar. Dizem-lhe eles: Também nós vamos contigo. Foram, e subiram logo para o barco, e naquela noite nada apanharam.
E, sendo já manhã, Jesus se apresentou na praia, mas os discípulos não conheceram que era Jesus.
Disse-lhes, pois, Jesus: Filhos, tendes alguma coisa de comer? Responderam-lhe: Não.
E ele lhes disse: Lançai a rede para o lado direito do barco, e achareis. Lançaram-na, pois, e já não a podiam tirar, pela multidão dos peixes.
Então aquele discípulo, a quem Jesus amava, disse a Pedro: É o Senhor. E, quando Simão Pedro ouviu que era o Senhor, cingiu-se com a túnica (porque estava nu) e lançou-se ao mar.
E os outros discípulos foram com o barco (porque não estavam distantes da terra senão quase duzentos côvados), levando a rede cheia de peixes.” João 21:2-8



Que maravilha!!! Após uma pesca infrutífera que durou toda uma noite e que não produziu frutos Jesus se apresenta na praia. Aqueles homens estavam superando a morte de Jesus pois por duas vezes Jesus já se havia apresentado a eles. O pentecostes já havia ocorrido e aqueles homens já estavam cheios do Espírito Santo. Porém voltaram a fazer o que eles sabiam fazer ou criam saber: pescar. Voltaram à sua velha atividade, deixaram o sonho de Deus para suas vidas, jogaram a toalha e foram tratar de seu ganha pão. Porém naquela noite nada pescaram talvez porque a pesca que Deus verdadeiramente queria que eles fizessem não fosse aquela. Porém Jesus em sua infinita misericórdia apresentou-se a eles na praia. Agora eles já não o reconheceram mas lhe obedeceram ao lhes pedir que lançassem novamente a rede. E eles a lançaram: e tiveram uma pesca superabundante.

Sabe querido(a) Deus está falando conosco agora e nos pergunta. O que está limitando a tua pescaria? Creio que somente você não obedecê-lo quando ele mandar lançar a rede. E que rede é essa? A rede da racionalidade, do contar, do querer entender as coisas que Deus faz, de querer controlar, de quere subjulgar. Não faça como Daví que contou o povo. Apenas creia e lance a rede pois a pesca certamente será superabundante. Se é Ele que mandou lançar a rede: LANCE-A ... E JÁ!!! Obedecer é melhor que sacrificar. E querido(a) certamente Ele já te está esperando na praia. Para você desfrutar a Sua presença e ver TODAS as tuas necessidade supridas. Pois a sua Palavra é verdadeira e dura para sempre e Ele tem cuidado de nós não como servos más como verdadeiros filhos, a todos aqueles que creram Nele.
Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que crêem no seu nome;” João 1:12




"Já vos não chamarei servos, porque o servo não sabe o que faz o seu senhor; mas tenho-vos chamado amigos, porque tudo quanto ouvi de meu Pai vos tenho feito conhecer.” João 15:15