A Paz do Senhor Jesus!

A Paz do Senhor Jesus! Seja bem vindo. Assista nossos vídeos:



Loading...

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Amor, incomparável amor




  Naquela manhã, o pai saiu a passear de ônibus com o filho. O menino, em seus 4 anos, tinha uma energia incontida. O coletivo parou onde eles desceriam, e ambos desceram. Era um perímetro movimentado, e o pai segurava a mão do filho. Em fração de segundo, o menino soltou a mão do pai e avançou, empreendendo sozinho a difícil travessia. O pai, percebendo a gravidade da situação provocada pela travessura do filho, correu na tentativa de alcançá-lo. Naquele exato momento, um automóvel veloz e desenfreado avançava em direção ao menino. Sentindo o drama, o pai, mais rápido que se possa imaginar, saltou para proteger o filho. O carro colheu a ambos, jogando-os a considerável distância. Pai e filho foram levados ao hospital com fraturas diversas, tendo ambos que se submeter a várias cirurgias. O menino, apesar das fraturas voltou a andar e correr normalmente. O pai, todavia, após delicada cirurgia, ficou preso a uma cadeira de rodas, só mais tarde passando a andar com muletas, e alguns meses depois recuperou-se completamente.

Tive a oportunidade de visitar esse pai. Valia a pena conversar com ele e saber mais do seu grande amor que não mediu esforços para salvar o filho. Essa experiência realça o grande amor que nós, pais, precisamos ter por nossos filhos. E, ainda mais, aponta para o amor maior: um pai é capaz de dar a vida pelo filho, mas o nosso Jesus doou a sua vida em nosso lugar – morreu para que todos nós possamos ter vida.

Fonte: Jilton, MORAES, O Jornal Batista, Rio de Janeiro, 25 de maio de 1983 apud Jilton Moraes Ilustrações e poemas pág. 164.