A Paz do Senhor Jesus!

A Paz do Senhor Jesus! Seja bem vindo. Assista nossos vídeos:



Loading...

quinta-feira, 21 de abril de 2011

Condenado à morte

Intercessor

Escultura do poeta grego Ésquilo


        Diz-se que quando Ésquilo, o poeta grego, foi condenado à morte, seu irmão que era orador e herói, foi chamado a defendê-lo. Enquanto o auditório esperava ansiosamente a sua defesa, o orador, sem proferir palavra alguma, elevou um de seus braços. Foi um ato simples e mui feliz. À vista daquele braço a multidão rompeu em aplausos, e o poeta foi perdoado. Por quê? Porque ao braço faltava a mão e trouxe à memória do auditório os grandes serviços que o orador tinha prestado ao Estado e os sofrimentos que tinha aturado nas guerras em que pelejara para o bem do seu país. A eloqüência muda do seu braço mutilado foi mais eficaz do que teria sido qualquer discurso.

Assim também nosso Senhor Jesus, Sumo Sacerdote nosso, quando intercede por nós no céu, mostra as suas mãos e o seu lado, que por nós foram transpassados, e desta maneira fala ao nosso favor com maior eficácia, do que não se acharam capazes os próprios anjos.

Fonte: ALMEIDA, Manuel de Barros. Novo tesouro de ilustrações. pág. 46.



"Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados."   Isaías 53:5